EnglishPortugueseSpanish
Buenos Aires fora do circuito turístico convencional
Postado por Estela T em junho 3, 2019 Editado em junho 5, 2019
Que tal conhecer Buenos Aires fora do circuito turístico convencional? Esta cidade nos surpreende ainda mais quando conhecemos outros segredos dela!

Buenos Aires pode ter virado "carne de vaca" para alguns, mas como qualquer outra grande cidade, ainda tem muita coisa para conhecer nesta cidade, mas acabamos não sabendo. Como o Itinerário de Viagem ama conhecer pontos turísticos declarados e pira ainda mais a cabeça de paixão quando descobre lugares escondidos, resolvemos compartilhar a Buenos Aires fora do circuito turístico convencional com vocês!

 

Barrio Chino

Eu adoro conhecer as Chinatowns pelo mundo! Sempre que tem um bairro assim em alguma cidade que eu viajo, planejo para ir! Em Buenos Aires o "bairro chinês" fica no bairro Belgrano e costuma lotar nos finais de semana.

Para você otimizar o tempo de sua visita, saiba que o coração desta "Chinatown "fica a três quarteirões da Rua Arribeños, entre a Juramento e a Blanco Encalada (altura da rua Arribeños, 2100). Você notará um grande arco que é a porta de entrada para o bairro e que foi doado pela comunidade chinesa para a cidade. As lojas e mercados do bairro ficam abertas todos os dias da semana (incluindo os feriados) das 10h-21h. Os restaurantes ficam abertos até mais tarde.

Durante o ano ocorrem algumas festividades asiáticas no bairro sendo elas: o ano novo chinês comemorado em Janeiro (na primeira semana), o Festival da Lua comemorado entre Setembro e Outubro e o Banho do Buda realizado em Maio.

Apesar de ser chamado de "chinês", a grande maioria dos imigrantes asiáticos que chegaram em Buenos Aires são de Taiwan. Os chineses começaram a imigrar para a área nas últimas décadas do século XX. 

 

Bario Chino, Buenos Aires, Argentina

O Portal característico de cidades asiáticas

 

Mercado de las Pulgas

Dizem que o Mercado das Pulgas surgiu no final do século XVIII quando as famílias abastadas da cidade se reuniam para descartar itens que não mais precisavam, como roupas, móveis e utensílios domésticos. Estes itens eram recolhidos e disponibilizados em um mercado, porém, muitos destes objetos na época chegavam com pulgas que se multiplicavam aos montes.

Hoje o Mercado das Pulgas já não sofre mais com as pulgas e está instalado no bairro Colegiales. No mercado você encontra muitos itens restaurados e em seus arredores há muito comércio, o que converteu este canto do bairro em um pólo gastronômico e de design.

Basicamente o que você encontra neste mercado: artigos de antiguidades e decoração como móveis feitos de materiais reciclados, louças, poltronas, escrivaninhas, bibliotecas, roupeiros, pinturas, espelhos, troncos e todo tipo de objetos decorativos.

Funciona de Maio a Agosto de terça a domingo das 10h-18h. De Setembro a Abril funciona de terça a domingo das 10h-20h. Gratuito.

 

Mercado de Las Pulgas, Buenos Aires, Argentina

Lustres à venda no Mercado de Las Pulgas

 

Galerias de Villa Crespo

Existem várias galerias de arte  no bairro de Villa Crespo. Algumas trabalham com arte moderna e outras com arte contemporânea. De todas destacamos duas:

Gacchi Prieto e a Nora Fisch

Ambas trabalham com artistas contemporâneos e o atendimento é excelente. As obras possuem muita sutileza e requinte, um bom mergulho para entender um pouco mais sobre a cena contemporânea de Buenos Aires e da Argentina!

 

Gacchi Prieto, Buenos Aires, Argentina

Obra da galeria Gacchi Prieto

Galeria Nora Fisch, Villa Crespo, Buenos Aires, Argentina

Obra na Galeria Nora Fisch

Centro Cultural Recoleta

Como o nome já fala, o Centro Cultural Recoleta fica no bairro da Recoleta e é um centro de exposições. Instalado em um edifício que originalmente albergava os monges conventuais (conhecidos como "recoletos"), é considerado Monumento Histórico Nacional.

Hoje o Centro Cultural Recoleta possui 27 salas de exposição, um micro-cinema, um auditório e um anfiteatro. Então tem de tudo: exposições de arte, concertos musicais, peças teatrais, recitais e etc., além de cursos e oficinas. Como o próprio Centro Cultural se define: "Uma fábrica cultural. Um espaço para pesquisar, criar e produzir novos eventos culturais e artísticos."

Funciona de terça a sexta das 13h30-22h e sábados, domingos e feriados das 11h30-20h. Não abre segunda-feira. Endereço: Junin 1930. Gratuito.

 

Centro Cultural da Recoleta em Buenos Aires na Argentina

 

El Boliche de Roberto

Nada melhor do que ir ao Boliche de Roberto e mergulhar na cena noturna de tango raíz de Buenos Aires. O bar fica no bairro de Almagro e é famoso porque, segundo a lenda, ter tido um ilustre frequentador: Carlos Gardel. Dizem que ele frequentava o local quando criança.

O negócio é simples: local rústico, escuro para curtir um tango (sem as firulas das danças), curtir o momento, beber um “el fernet“, estar com os amigos e respirar cultura nacional argentina. Endereço: Bulnes 331 – Bairro: Almagro

El Boliche do Roberto em buenos aires na argentina

Hora do tango "raíz"

Buenos Aires fora do circuito turístico convencional

MAMBA - Museo de Arte Moderno de BA

MAMBA - Museo de Arte Moderno de BA teve origem em 1956 quando nesta época alguns artistas instalaram esculturas pela cidade e, deste modo, o museu foi criado em vários pontos espalhados pela cidade. Somente em 1989 que o museu foi "juntado" em um único endereço, sendo o prédio escolhido uma antiga fábrica de cigarros, no bairro de San Telmo. O museu está lá até hoje e tem como missão aproximar a comunidade às expressões artísticas de vanguarda. São mais de 7.000 itens artísticos que vão de desenhos, fotografias, gravuras e várias outras mídias, majoritariamente de artistas argentino mas há exposições de artistas internaiconais.

Funciona de terça a sexta-feira das 11h-19h e aos sábados, domingos e feriados das 11h-20h. Não abre segunda-feira (exceto quando é feriado). Endereço: Av. San Juan 350. Admissão $30,00 sendo terça-feira gratuito.

MAMBA - Museo de Arte Moderno de Buenos Aires, Buenos Aires, Argentina

Linda obra de Elba Bairon

Buenos Aires fora do circuito turístico convencional

MACBA - Museo de Arte Contemporáneo Buenos Aires

Também no bairro de San Telmo existe o MACBA - Museo de Arte Contemporáneo Buenos Aires que é um museu novo porque foi inaugurado em 2012. Como o próprio museu define: "A missão do MACBA é adquirir, preservar, investigar, documentar, comunicar e exibir arte contemporânea nacional e internacional."

Funciona de segunda a sexta-feira das 11h-19h, sábados e domingos das 11h-19h30. Fecha terça-feira. Endereço: Av. San Juan 328. Admissão $60,00, porém quarta-feira a admissão é $40,00. Gratuito para menores de 5 anos e para pessoas com necessidades especiais.

MACBA - Museo de Arte Contemporaneo de Buenos Aires na Argentina

Fachada do MACBA

Faena Arts Center
O Faena Arts Center pode passar batido para a maioria dos turistas porque a maioria não viaja buscando arte contemporânea. Localizado em Puerto Madero, ocupa um prédio onde já foi a sala de máquinas de um dos primeiros grandes moinhos do país. Tornou-se uma grande referência de arte contemporânea em Buenos Aires onde realiza exposições de peso internacional, residências artísticas e concursos (o "Faena prize").
Endereço: Aime Paine 1169
De todos  só não fomos no Faena Arts Center porque ele estava fechado, já que não havia nenhuma programação. Desta forma, verifique sempre antes de ir se está rolando algo por lá, ok?
Todas as fotos e textos são criações do Itinerário de Viagem. Direitos reservados, por favor, respeite!

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por