EnglishPortugueseSpanish
AGENDA: 21º Festival do Japão comemorando 110 Anos de Imigração Japonesa
Postado por Estela T em julho 21, 2018 Editado em julho 21, 2018

Começou ontem, dia 20 de Julho, o 21º Festival do Japão comemorando 110 Anos de Imigração Japonesa na capital Paulista. A atração é muito bem estruturada e conta com muitas interações da cultura japonesa com muitos representantes de várias partes do Brasil. Mas corre porque o festival vai só até domingo, amanhã, dia 22 de Julho!

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

O Festival do Japão começou em 1998 quando o KENREN (Federação das Associações de Províncias do Japão no Brasil) resolveu fazer o festival para comemorar os 90 anos da imigração japonesa no Brasil, com o objetivo, lógico, de divulgar a cultura japonesa e transmitir as tradições e os conhecimentos culturais para as novas gerações. De lá para cá, o festival foi tomando outras proporções e atraindo muito mais pessoas, precisando ser alocado em um espaço maior e é por isso que hoje ele é realizado no Centro de Exposições Imigrantes (atual São Paulo Expo Exhibition & Convention Center), perto da estação do metrô Jabaquara. Aliás, o festival disponibiliza ônibus gratuito no terminal Jabaquara. Com monitores indicando o caminho desde a catraca do metrô, já digo que o ônibus é extremamente confortável, com ar condicionado e até televisão. O trajeto é curto, mas o carinho que eles proporcionam ao visitante não tem preço!

Um dos pontos mais legais do Festival é a comida que, como em qualquer outro festival de cultura que se preze, tem que ter comida, e da boa! Porém, o que acho interessante neste festival é que dá para provar comidas típicas de cada província do Japão. Engana-se quem pensa que as iguarias culinárias são todas homogêneas em um país tão pequeno! No Japão, assim como no Brasil, existem as regionalidades e peculiaridades que as diferem!

Provamos um sobá de Okinawa que estava bem leve e gostoso (R$30). O caldo é a base de carne de porco, o que deixa o prato bem marcante! Para quem não sabe, sobá é um prato de macarrão em um caldo com alguns acompanhamentos. Geralmente é servida bem quente e se come muito no Japão. Confesso que é um dos meus pratos favoritos da culinária japonesa. Dependendo da província, a iguaria recebe outro nome e os ingredientes vão mudando como os acompanhamentos, o jeito que se é feito o caldo e o tipo de macarrão, portanto, em outros lugares você encontra os equivalentes lamen, udon e somen (este último geralmente é servido frio).

Tentei tomar um Amazakê da província de Miyazaki e realmente não me agradou o paladar. Para os que estão habituados a restaurantes japoneses abrasileirados, já alerto para não provarem porque, até eu, que sei o que é comida japonesa típica de raiz, desconhecia esta bebida e achei o gosto muito, mas muito horrível. Para mim, tem gosto de missô quente e doce. Possivelmente agradará os japoneses mais tradicionais e mais velhos, mas vale a pena repassar aqui o que eu aprendi sobre o amazakê: ele é a base de arroz que se faz o sakê (bebida alcoólica típica japonesa) e quando a massa está prestes a fermentar, todo o bagaço é retirado e separado do líquido, desta massa de bagaço, junta-se o saquê, temperos e é daí que se vem o amazakê, mais difundido no sul do Japão.

Também provei um delicioso tempurá com camarão que, apesar de ser bem básico, confesso que estava muito bom, bem sequinho, crocante e delicioso. Olha que sou muito chata com qualidade de comida e este passou no meu crivo! Muitos dizem que o tempurá possui influência jesuíta portuguesa, porque a globalização já acontecia antes mesmo do "descobrimento" do Brasil.

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Uma das províncias em destaque: Okayama

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

As mesas da praça de alimentação contam com shoyu à vontade

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Oniguiris sendo feitos

Além das iguarias japonesas, o festival conta com barracas diversas e encontramos desde cocada cremosa, milho (com receitas típicas mineiras), sorvetes italianos e até acarajé. Provamos um sorvete de gengibre do estande do Gengibre de Ubatuba que estava divino! Havia barracas de frutas e legumes e até flores para vender.

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Detalhe dos pratos e preços

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Outra província: Iwate

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Uma laranja enorme na barraca de frutas

Todos no mês de Julho, os anos os organizadores do Festival procuram levar atividades diferenciadas, além de novidades, curiosidades gastronômicas, tecnologia e dicas de saúde e bem-estar. São muitas entidades e instituições públicas e privadas do Brasil e do Japão que participam do Festival. Um dos espaços que chama a atenção é voltado à 3ª idade onde a pessoa é convidada a entrar, tomar um chá, comer um quitute e recebe massagem por 20 minutos! Minha mãe foi e adorou!

O Festival conta com dois palcos, o primeiro, próximo à entrada, é maior e provavelmente terá mais atrações no sábado e domingo. Veja a programação clicando aqui: Programação do 21º Festival do Japão. O segundo palco, no fundo da feira, é um pouco menor mas nos presenteou com uma bela apresentação de taikô de várias associações que lidam com tal instrumento japonês! Para quem não sabe, o taikô é um conjunto de instrumentos de percussão e que provavelmente surgiu através do intercâmbio entre as culturas do sudeste asiático com o Japão entre 300-900 d.C. O som do taikô é como um trovão! Confira o vídeo mais abaixo!

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Experimentação de um dos instrumentos do taikô

Um espaço muito legal para conhecer, até mesmo para quem não tem filhos, é o Espaço da Criança com estandes com muita interação muito bem elaborada para elas: atividades de escoteiros, trabalhos manuais com material reciclado, oficina de oniguiri (bolinho de arroz), oficina de cerâmica (argila), enfim, muitas atividades gratuitas para os pequenos!

O único aspecto negativo da feira é que no primeiro dia do evento, nem todas as iguarias estão disponíveis e havia um estande de uma província japonesa não instalada, estes itens só ficarão disponíveis no sábado e domingo, o que achei muito chato já que as pessoas que vão na sexta não possuem desconto algum em relação a outros dias.

Não tem como ter um festival japonês e não ter os famosos ikebanas que são arranjos de flores decorativos. É uma técnica onde a sutileza e harmonização tomam conta! Vi uns exemplos lindíssimos! Ficam próximos à entrada do Festival e, logo depois, você avista um instrumento de percussão onde os instrutores te ajudam a tocá-lo com os bastões! É muito interessante e divertido!

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

As pipas japonesas no Espaço Criança

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

A cantora Vanessa Oshiro

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil, Ikebana

Ikebana

Do lado de fora há o Espaço Cultural com estandes muito divertidos para todas as idades, com oficinas de sumi-ê (pintura japonesa usada para desenhos ou caligrafia), oshibana (técnica de manipulação de plantas para formar uma composição gráfica), origamis em tecido, enfim... muitas oficinas.

O primeiro dia de feira é considerado mais vazio em relação ao final de semana, mas garanto que ontem estava muito cheio! É muita coisa para ver, experimentar e fazer e levamos 6 horas no festival e ainda ficou faltando algumas coisas! É uma programação para o dia inteiro!

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Sumi-Ê

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Oshibana

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Lanternas japonesas

21º Festival do Japão em comeoração aos 110 anos da imigração japonesa, São Paulo, Brasil, Festival, Cultural, Brasil, Brazil

Espécie de aquarela japonesa

Informações:
De 20 a 22 de Julho (sexta das 12h-21h, sábado das 09h-21h e domingo das 10h-18h)
São Paulo Expo Exhibition & Convention Center - EndereçoRodovia dos Imigrantes, km 1,5
O local possui estacionamento e custa R$45 o período e bicicletário gratuito
Transporte gratuito da estação de metrô Jabaquara das 08h às 22h na Rua Anita Costa.
Entrada: antecipado online R$22, na bilheteria local R$28. Gratuito para menores de 08 anos e acima de 60 anos. Entrada para estudantes apenas na bilheteria com comprovante (R$14)
A maioria dos estandes não aceitam pagamento com cartão (débito e crédito), por isso é recomendável levar dinheiro

 

Todas as fotos e textos são criações do Itinerário de Viagem, direitos reservados, por favor, respeite! Banner da capa da matéria desenvolvido pela equipe do Festival do Japão.

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por