EnglishPortugueseSpanish
DICAS PRÁTICAS: Como levar dinheiro em uma viagem internacional?
Postado por Estela T em setembro 26, 2016 Editado em fevereiro 23, 2020
levar-dinheiro

Neste post damos as dicas de como levar dinheiro em uma viagem internacional, gastando menos com taxas e com maior seguridade

Apenas para Brasil

Dinheiro Vivo, Travel Money e Cartão de Crédito

Antes eu sempre optava em levar 100% do meu dinheiro em viagens internacionais pelo Travel Money que é praticamente um cartão de débito recarregável e que você adquire em operadoras/bancos financeiros. Ao sacar no seu destino de viagem, o dinheiro depositado no cartão é convertido na moeda local assim que você o saca nos caixas eletrônicos (bandeira VISA ou Master conforme sua escolha). Até 2013 era a opção mais barata mas com a volta do IOF trazida pelo governo molusco, tudo voltou a ser muito mais caro.

Quando você for depositar uma grana no seu Travel Money, agora você também vai pagar pelo IOF de 6,38% para CADA depósito no seu cartão (porque você fez uma transação em moeda estrangeira), bem como para operações de crédito, sendo assim, IOF de 6,38% para qualquer chiclete que você comprar lá fora. Antes valia a pena ter o Travel Money porque você só pagava os 3% da conversão e cerca de R$10,00 por saque (porém, sem descontos quando passava o cartão na operação débito).

Resumindo, hoje o Travel Money está tão caro quanto o cartão de crédito mas….. Acreditem… Se você levar só o crédito PODE SER que, dependendo do país, você não vai achar o caixa eletrônico do seu banco para sacar dinheiro em espécie (eu só encontrei o meu banco em New York, por exemplo), mas pode optar em sacar a crédito nos caixas eletrônicos (opção cara…).

Já que é tudo caro, ainda acredito que o Travel Money possui uma outra vantagem em relação ao crédito: você pode frear seus gastos estipulando a quantia que levará. Comigo funciona muito bem!

Mas como posso economizar pra valer?

A única opção para escapar de gastar dinheiro à toa é pesquisar qual a melhor casa de câmbio para levar dinheiro estrangeiro do Brasil para fora (mas lembre-se que há limite de transporte de dinheiro em espécie). Em casos de moedas não tão “comuns” para serem trocadas aqui no Brasil, opte por comprar dólares ou euros (depende pra onde você está indo). Outro ponto que você deve refletir é sobre a segurança de portar moeda em espécie. Pense bem!

Como eu faço diante disso tudo

Estipulo meus gastos na viagem antecipadamente e 2/3 do orçamento planejado eu carrego no Travel Money (em caso de roubo ou perda é só sustar), saco a outra parte de 1/3 em dólares ou euro (já que eu posso trocar numa casa de câmbio do destino em moeda local) e libero meu cartão de crédito somente para emergências.

Como eu calculo o que vou gastar no dia a dia em uma viagem?

Tirando a passagem aérea + hospedagem, fica a dúvida no quanto levar de dinheiro para o dia a dia em uma viagem internacional.

Para saber mais ou menos o quanto gastaria, eu geralmente somo TODAS as atrações que quero conhecer com o valor dos meios de transportes para viabilizar tudo isso (ônibus, metrô, trens, taxi), além de refeições médias dos locais e no final acrescento ainda 20% como margem de erro para mais. Eu costumava achar que 100 euros por dia para uma pessoa era suficiente, mas é bem complicado padronizar a Europa toda nesta média porque de fato, alguns países são mais caros do que os outros.

E você? Como faz? Compartilhe sua tática para economizar e se dar bem!

Foto de capa por PIXABAY

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por