EnglishPortugueseSpanish
SARDEGNA Sul
Postado por Estela T em abril 14, 2016 Editado em maio 8, 2017

SARDEGNA sul ou SARDENHA: dicas de passeios incluindo informação de passagem aérea barata, aluguel de carro, restaurantes, hospedagem e muito mais!

 

 

Dica importante:

Antes da viagem, eu já havia feito consultas em relação à nossa logística. Olhando no mapa, Sardegna me parecia muito próxima de Napoli e como a nossa visita após esta cidade seria Sardegna, nada mais lógico do que pegar um ferryboat ou um avião em Napoli. Mas não. Os ferries levariam 1 dia para chegar à ilha e o avião via Napoli me pareceu muito caro. Pesquisei e vi que a opção de pegar um trem até Roma + ônibus até o pequeno Aeroporto di Ciampino de Roma + passagem à Sardegna me economizaria R$1.200.

Bom, escolhi um hotel simples próximo ao Termini em Roma e quando chegamos à cidade, passeamos um pouco, nos ambientamos e dormimos cedo porque o vôo era bem cedinho e a recepcionista do hotel me falou para pegar o ônibus mais cedo possível porque poderíamos ficar presos no trânsito (e perder o vôo). O ônibus é operado pela Terravision e custou €8 para duas pessoas. Saímos às 04:50 e o ponto de encontro é em frente do Terracafè na Via Marsala (lado direito da estação Termini de trem, na rua). A viagem leva 40 minutos. 

Assim que pousamos no Aeroporto di Cagliari na Sardegna, fomos atrás de um carro para alugar. Não fizemos reserva antecipada, o que deixou o aluguel um pouco mais caro. Uma dica é sempre reservar antes porque a maioria das empresas não alugam sem reserva.

Alugamos com a minha carteira de motorista brasileira e fomos conhecendo a dinâmica das estradas da ilha rumo ao hotel, na cidade de Cagliari. Depois de deixarmos as malas e pegarmos as chaves do nosso quarto, voamos para a Isola di Sant'Antioco. Os dois dias de aluguel de carro + o seguro (Fiat 500) custou €100. Com reserva, certeza que teria ficado mais barato.

 

 

 


 

ISOLA DI SANT'ANTIOCCO

 

Chegando

 

Antes de planejarmos ir para a Italia, já havíamos conversado como seria interessante conhecer a Chiara Vigo, uma tecelã da Isola di Sant'Antioco. Sobre conhecer esta senhora,  vou contar mais abaixo. Seguindo do centro de Cagliari até Sant'Antioco, deu 93km pela SS195. A estrada é muito boa, mas no começo dava aflição porque além de ser via dupla, a estrada era bem estreita. Mas depois as coisas ficaram mais normais. A viagem até lá foi tranquila, ouvimos música e apreciamos um pouco da paisagem. Não há nada excepcional nesta estrada que pegamos, tem até lugares meio "comuns" com fábricas. Mas as duas fotos abaixo demonstram os momentos mais bonitinhos da paisagem.

Estrada, Road, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy

Chegando lá vimos uma cidade preguiçosa... era quase 13h e não havia movimentação. Como ainda não entendíamos sobre a dinâmica destas cidades mais tranquilas, não percebemos que estávamos na "siesta". Já estávamos com fome e não encontramos nada aberto por lá. Então perguntamos onde poderíamos almoçar e nos indicaram a "Lungomare", a avenida de frente ao mar.

Andamos até lá e no caminho, não encontramos nem uma alma viva. Parecia até uma cidade abandonada. No geral, as casas em Sant'Antioco são "normais", não tem quase nada belo por lá, a não ser o mar!

Na Lungomare acabamos escolhendo o La Sulcitana. Restaurante relativamente grande com frutos do mar como especialidade. Para nossa imensa alegria, tudo fresco!

A atendente foi ótima, e descobrimos que era brasileira. Assim ficou fácil perguntarmos sobre todas as opções do cardápio que, francamente... estava difícil entender!

Você pede uma porção e pode dividir com quem estiver. Como estávamos em 2, foi tudo na medida. Os pratos não são muito grandes, mas são maravilhosos. Comemos de entrada os mariscos, depois a fregola ai frutti di mare (fregola com frutos do mar) junto com spaghetti com calda de ouriço do mar e no final completamos com a lula empanada frita. Estava tudo muito, mas muito bom! Super recomendo. Comemos tanto que tivemos até que dar uma caminhada pela orla do mar para nos recompor. Para quem quer saber, cada item que pedimos tinha o valor de €5 em média.

Estrada, Road, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy

Sant'Antioco, Isola di Sant'Antioco, Ilha de Sant'Antioco, Sant'Antioco Island, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, ItalyA conversa com a brasileira no restaurante nos fez finalmente entender sobre a existência da "siesta". Desta forma, decidimos apreciar um pouco da paisagem da região com o carro.

Primeiramente andamos um pouco em frente ao restaurante (foto ao lado) e vimos os barquinhos dos pescadores. A claridade da água nos deu ânimo para explorar ainda mais a região.

Voltamos ao carro e seguimos rumo ao desconhecido (digo isso porque um itinerário não foi previamente desenhado). Seguimos a estrada mais próxima do mar rumo ao norte. Olhando pelo app de celular, íamos em beiradas para avistar o mar. Como ele é lindo lá...

Percebi algo que jamais achei que iria encontrar na vegetação de lá: cactos. Há muitos cactos e não sei por que. Mas deixava a paisagem bem pitoresca.

Como não tínhamos nada para fazer em Sant'Antioco até a "siesta" acabar (16h), resolvemos ir mais ao norte. Antes de viajarmos, não havíamos combinado de alugar um carro. Cheguei a pesquisar como poderíamos ir de Sant'Antioco até a cidade Calasetta de ônibus. Mas já que estávamos de carro, sugeri irmos até lá.

Mas... para deixar a página mais fácil para a leitura, vou dizer o que aconteceu quando a "siesta" acabou e voltamos a Sant'Antioco às 16h: fomos atrás da Chiara Vigo no Museo del Bisso.

 

 

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Museo del Bisso, bisso, Museum, Museu, Chiara Vigo

A fachada do Museo del Bisso que é também o atelier de Chiara Bisso

Museo del Bisso

 

Tínhamos lido uma matéria da BBC sobre a Chiara Vigo, que é uma tecelã de uma técnica milenar da região: a coleta da secreção de um molusco marinho grande da região para a transformação e confecção de um tipo de seda que, após tratamento específico, brilha como o ouro, chamado "bisso".

A prática era muito comum na região, na antiguidade, sendo que muitos faraós e imperadores já usaram o "bisso" como ornamento ou até mesmo roupa. Com o passar dos anos, o bicho da seda acabou tomando o lugar do "bisso" e acabou sendo esquecido. Hoje Chiara Vigo, uma simpática e firme senhora, continua a tradição que é passada de mãe para filha. Além disso, Chiara é a única pessoa que mergulha e retira o material sem matar o molusco. Em cada mergulho, ela consegue retirar cerca de 2cm do material.

O atelier de Chiara é no próprio Museo del Bisso. Lá ela te recebe de braços abertos e tem uma assistente que fala um ótimo inglês. Chiara nos mostrou o processo de limpeza do material que ela coleta, o banho do "bisso" em uma solução a base de limão que faz o "bisso" ficar conservado para toda a eternidade e também faz brilhar como ouro. A receita ela não passa a ninguém, lógico. Depois ela mostra a fiação da seda em um cordão para poder trabalhá-lo em um tear ou bordados.

Ela nos mostrou vários trabalhos e se mostrava muito orgulhosa por cada um deles, que leva anos para serem produzidos.

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Museo del Bisso, bisso, Museum, Museu, Chiara Vigo

O museu e atelier

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Museo del Bisso, bisso, Museum, Museu, Chiara Vigo

Um dos trabalho feitos no tear

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Museo del Bisso, bisso, Museum, Museu, Chiara Vigo

Um molusco de tamanho pequeno. Há maiores, bem maiores

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Museo del Bisso, bisso, Museum, Museu, Chiara Vigo

Chiara Vigo limpando o material

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Museo del Bisso, bisso, Museum, Museu, Chiara Vigo

Detalhe do "bisso" seco e marrom

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Museo del Bisso, bisso, Museum, Museu, Chiara Vigo

Demonstrando o tear

Sant'Antioco, Isola di Sant'Antioco, Ilha de Sant'Antioco, Sant'Antioco Island, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy, Museo del Bisso, Bisso Museum, Museu do Bisso

Informações:
Horário de funcionamento
: De 1º de Abril a 30 de Setembro das 09h-20h, de 1º de Outubro a 15 de Outubro das 09h-13h retornando às 15h30-20h, de 16 de Outubro a 31 de Março das 09h30-13h, retornando das 15h-18h. Fechado dias 25 e 26 de Dezembro, 1º de Janeiro e feriado da Páscoa.
Endereço: Via Regina Margherita, 113
Não foi cobrado entrada para a visita. Mas por favor, contribua com o local.

 

 

Basilica di Sant'Antioco Martire

 

Sant'Antioco, Isola di Sant'Antioco, Ilha de Sant'Antioco, Sant'Antioco Island, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy, Basilica di Sant'Antioco Martire, church, igrejaBasilica di Sant'Antioco Martire é uma igreja bizantina. Sua estrutura original foi construída no início do sexto século d.C. o altar principal estava sobre o túmulo do Beato Mártir Antíoco, enterrado nas catacumbas abaixo em 127 d.C. O interior da basílica possui pedras aparentes, bem diferente de várias que encontramos na Italia. Nos falaram que antes o seu interior era todo revestido e durante uma tempestade, o gesso interno se desprendeu. Para a reforma da basílica foi decidido mantê-la na sua originalidade dos primórdios de sua construção. Porém a fachada se manteve do período barroco.

Fizemos um passeio nas catacumbas e a única foto que nos foi permitida fazer lá foi a da direita, abaixo. A visita foi guiada por um rapaz com bom nível de inglês. As catacumbas é quase um labirinto, muito grande, mas a visita foi só em uma parte dela.

O guia nos disse que as catacumbas eram utilizadas para enterrar as pessoas da região. Todas as tumbas estão abertas e vazias e percebi que cada local onde uma vez teve um corpo era bem pequeno. O guia nos disse que as pessoas daquela época eram pequena e geralmente magras.

As pessoas eram enterradas com seus tesouros e muito do que havia lá foi saqueado ao longo dos tempos. Lá embaixo você pode ver alguns jarros de barro que foram ignorados pelos saqueadores. Por um tempo, algumas pessoas começaram a habitar as catacumbas, como trogloditas, aproveitando que a temperatura é sempre agradável. Podemos observar alguns sulcos na estrutura das paredes onde colocavam tochas para iluminar o local. Ainda há marcas do calor das chamas.

O guia também nos disse que inexplicavelmente há momentos que o local fica com cheiro de rosas. Bem... eu não senti nenhum cheiro lá e apesar dos seus fins, é um local agradável.

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Basilica di Sant'Antioco Martire, igreja, church
Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Basilica di Sant'Antioco Martire, igreja, church

Informações:
Horário de funcionamento: 
De Segunda a Sábado das 09h-12h, retornando das 15h-18h. Domingos e feriados das 10h-11h, retornando das 15h-18h
Entrada para catacumbas:
€5
Endereço
Piazza Parrocchia, 22

 


 

CALASETTA

 

Sant'Antioco, Isola di Sant'Antioco, Ilha de Sant'Antioco, Sant'Antioco Island, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy, Calasetta
Sant'Antioco, Isola di Sant'Antioco, Ilha de Sant'Antioco, Sant'Antioco Island, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy, Calasetta
Calasetta fica ao norte da Isola di Sant'Antioco, a 11km do centro de Sant'Antioco. É muito conhecida pelas edificações brancas que possui. Vimos uma marina mas fiquei sabendo que o porto não possui águas profundas, limitando o tamanho dos barcos.

Chegamos lá e a cidade estava deserta. Não havia uma alma viva na rua, nem cachorros! Estávamos no horário da "siesta", então não conversamos com ninguém. Andamos muito pouco por lá, mas já percebemos o potencial que a região tem.

Chegamos em uma parte de rochedos lindo. Depois de uns dias da viagem, descobri algumas fotos da região e deu muita vontade de voltar pra lá em breve. Na nossa breve andança na região, descobrimos o MACC e como estava fechado, voltamos pra lá no final do dia, quase noite. Leia abaixo!

Sant'Antioco, Isola di Sant'Antioco, Ilha de Sant'Antioco, Sant'Antioco Island, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy, Calasetta
Sant'Antioco, Isola di Sant'Antioco, Ilha de Sant'Antioco, Sant'Antioco Island, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy, Calasetta

 

 

MACC - Museo d'Arte Contemporanea Calasetta

 

Sant'Antioco, Isola di Sant'Antioco, Ilha de Sant'Antioco, Sant'Antioco Island, Sardegna, Sardenha, Sardina, Italia, Italy, Calasetta, MACC, Museo d'Arte Contemporanea Calasetta, museum, museo, museuO inusitado MACC causa até um estranhamento quando você está na cidade congelada (não de frio, mas de movimento). Você não imagina encontrar um museu de arte contemporânea neste lugar, não é mesmo?

O prédio era um antigo matadouro da cidade que foi desativado há 40 anos. Através de Ermanno Leinardi, artista de Sardegna e um grupo de outros artistas, o MACC foi fundado. A coleção do museu traz obras do artista e de outros italianos, trabalhos estes desenvolvidos nos anos 60 e 70, além de alguns mais recentes.

O museu possui dois andares com arte construtivista e arte abstrata. É pequeno e a visita leva menos de 1 hora.

Quando voltamos a Calasetta, nem havíamos percebido que naquele dia ele não estava em funcionamento. As luzes estavam acesas, mas as portas trancadas. Pedimos à moça do local abrir para conhecermos o local e, apesar de estar fechado para visitação, a moça abriu a porta e nos deixou livre para observar a arte exposta lá.

Foi um bom passeio, meio descontraído. Não sei se no verão as pessoas saem pelas ruas de biquini (possivelmente não), mas achei muito curioso um museu lá no meio do nada, numa ilha no meio do mediterrâneo e nem era um museu de arqueologia!

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Calasetta, MACC, Museo d'Arte Contemporanea Calasetta, Museum, Museu, Arte Contemporânea, Contemporary Art
Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Isola di Sant'Antioco, Calasetta, MACC, Museo d'Arte Contemporanea Calasetta, Museum, Museu, Arte Contemporânea, Contemporary Art

Informações:
Horário de funcionamento: De Junho a Agosto todos os dias exceto Segunda, das 18h-21h e de Setembro a Maio, somente Sábados e Domingos das 17h-20h
Entrada: €3
Endereço: Via Savoia

 


 

CAGLIARI

 

sardegna-28Cagliari é a capital da ilha chamada Sardegna (Sardenha). Para chegarmos lá, voamos de Roma (Aeroporti Ciampino) pela Ryanair. Há opções de ir por ferry mas na minha pesquisa, pelo menos nesta época, a viagem de ida dura 12 horas e a de volta mais 12 horas. Como não queria "matar" tempo dentro de um ferry, decidi ir com uma companhia low cost de aviação.

Nesta viagem andamos somente pelo sul da Sardegna. Ela surgiu em nosso roteiro porque queríamos conhecer o trabalho da Chiara Vigo (descrito mais acima). Como ela mora em uma outra ilha anexa à Sardegna, chamada Isola di Sant'Antiocco, tínhamos que ter como base a cidade de Cagliari por causa da proximidade com o aeroporto.

Os registros mais antigos apontam que Cagliari era habitada por tribos sardas (aliás, a Itália inteira era habitada por diversas tribos). Mais tarde acabou sendo "colonizada" por fenícios, cartaginesesromanos. No século V foi ocupada por Vândalos (e não é xingamento) e mais tarde foi conquistada por Justiniano.

Sei que o melhor da Sardegna está ao norte da ilha, mas nesta viagem só conhecemos um pouquinho do Sul. Está nos planos conhecer a ilha toda e já falo que é bom você alugar um carro para aproveitar ao máximo a ilha!

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari

Centro de Cagliari

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari

Um detalhe do centro

Andando pela cidade vimos a Torre dell'Elefante e tem este nome devido a uma escultura de elefante (veja se você consegue vê-lo na foto abaixo, perto do portão). Cagliari tem mais algumas torres deste tipo e a Torre di San Pancrazio é a mais alta e um dos símbolos da cidade. A Torre dell'Elefante foi construída em 1307 e para chegarmos até os seus pés, subimos várias escadas e ruas para chegar até lá. Quando entramos na torre, descobrimos que poderíamos subir nela por €3. Olhando lá de baixo, não imaginava que seriam tantos degraus. A vista lá em cima é bem bonita, podendo ver tudo na região.

Para descer foi meio tenso porque só então, percebi que as escadas eram muito inclinadas e ficávamos imaginando que, se cairmos, iríamos quicando e com certeza cairíamos nos vãos da torre para o lado de fora.

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Cagliari, Italia, Italy, Torre dell'Elefante
Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Cagliari, Italia, Italy, Torre dell'Elefante
Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Cagliari, Italia, Italy, Torre dell'Elefante

 

 

Cattedrale di Santa Maria

 

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Cagliari, Italia, Italy, Cattedrale di Santa MariaA Cattedrale di Santa Maria também é conhecida como Duomo di Cagliari. Ela é de estilo eclético, numa combinação de diferentes estilos artísticos devido a influências de sete séculos de memórias históricas da cidade de Cagliari.

Construída em 1258, você observa muita coisa diferente nela, sendo decorações de muito bom gosto.

O que achei curioso foram os leões (acho que eram de mármore) suportando as escadas do altar-mor, em estilo meio asiático. Não encontrei nenhuma informação a respeito e não sei se são realmente asiáticos, mas enfim... observe os mármores vermelhos manchados em algumas partes da igreja, são lindos!

Se não bastasse, a cripta também é linda, toda bem decorada com esculturas e cheia de detalhes, apesar de já ter visto tantas igrejas e criptas, recomendo visita-la.

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari,  Cattedrale di Santa Maria, Catedral, Cathedral

Detalhe da catedral

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari,  Cattedrale di Santa Maria, Catedral, Cathedral

Escadaria da cripta

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari,  Cattedrale di Santa Maria, Catedral, Cathedral

Os intrigantes leões

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari,  Cattedrale di Santa Maria, Catedral, Cathedral

Detalhes de uma das salas da cripta

Informações:
Horário de funcionamento
: o que encontrei foi que está aberto diariamente das 08-12h e reabre das 16h-20
EndereçoPiazza Palazzo, 4/a.
 
 
 

Antico Palazzo di Città

 
Antico Palazzo di Città, Eurasia, Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Cagliari, Italia, ItalySaindo da Cattedrale di Santa Maria fomos até o Antico Palazzo di Città que achávamos que chamava "Eurasia". Mas não.

O edifício é histórico em Cagliari e foi a prefeitura da cidade na Idade Média até o final do século XIX. Abandonado, foi restaurado e hoje está sendo usado para exposições temporárias, incluindo algumas exposições de  arte contemporânea.

O prédio também abriga uma base permanente, com três coleções cívicos: Fondo Etnografico Manconi-Passino (Fundo Etnográfico Manconi-Passino), Fondo Ceramico Ingrao (Fundo de cerâmica Ingrao) e o Fondo d’Arte sacra Ingrao (Fundo de Arte Sacra Ingrao).

Tivemos a sorte de visitarmos a exposição "Eurasia" que reuniu obras-primas do Museo Statale Ermitage e do Musei della Sardegna(exposição começou em 22 de Dezembro de 2015 e terminará em 10 de Abril de 2016).  São quase 400 obras arqueológicas que datam do quinto para o primeiro milênio a.C.

A expografia era perfeita, facilitando a imersão do visitante nas obras. A cada sala era uma surpresa, com artefatos, utensílios e objetos arqueológicos. Aprendemos muito!

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari, Antico Palazzo di Città:, Eurasia, museu, museum
Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari, Antico Palazzo di Città:, Eurasia, museu, museum
Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari, Antico Palazzo di Città:, Eurasia, museu, museum

Depois que terminamos a vista no Palazzo di Città, vimos a Piazza Carlo Alberto e resolvemos entrar em uma lanchonete para tomarmos água e suco de maçã verde.

Depois disso fomos atraídos por uma loja muito fofa, a La Bottega. É uma mercearia que vende pães, vinhos, queijos, legumes, frutas, enfim... coisas que estávamos ávidos em experimentar.

Mesmo os atendentes não falando inglês e nós não falando italiano, a comunicação foi ótima e o atendimento fantástico. O rapaz que nos atendeu nos fez experimentar alguns queijos e não foi possível sair de lá sem ao menos dois pedaços (um gorgonzola e um queijo amarelo que não lembro o nome mas era divino). Pra acompanhar, um vinho vermelho pequeno que ele mesmo indicou.

Por mim, compraria tudo, mas não era possível naquele momento. Comemos tudo no banco da Piazza Carlo Alberto vendo a vida passar e as pombas se aproximarem. Foi ótimo! Isso era uma das coisas que precisávamos fazer na viagem!

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari, Antico Palazzo di Città:, Eurasia, museu, museum
Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari, Antico Palazzo di Città:, Eurasia, museu, museum
Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari, Antico Palazzo di Città:, Eurasia, museu, museum

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, Cagliari, pizzaEm uma noite, em nossas andanças para encontrarmos uma vaga na rua para estacionarmos o carro, perto do hotel, acabamos caindo no restaurante Locanda Caddeo.

O local é mais contemporâneo, bem moderninho. Entramos morrendo de fome e subimos no salão de cima. Eu estava muito cansada, mas muito e por isso, não tirei fotos do local. Mas é bonitinho, ambiente jovem.

Vimos o cardápio e decidimos em pedir o "mix de focaccia" que veio uns 4 pedaços de várias focaccias do dia (sim, é surpresa o que virá e custa €8). Pedi também uma focaccia unitária que me atraiu porque era de salmão e abobrinha (eu precisava experimentar). Também pedimos batatas fritas e batatas assadas que estavam muito boas. Sao porções pequenas que no final nos alimentaram na medida! Nem muito, nem pouco!
Fica na Via Sassari, 75

 

 

Poetto

 

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, praia, beach, PoettoA praia de Poetto nos foi indicado pelo pessoal doBed&Breakfast e é bem perto do Centro (8km do B&B). É a principal praia de Cagliari e tem cerca de 8 quilômetros.

Fomos no inverno e não tinha quase ninguém na praia. Uma e outra pessoa estava lá deitada com roupas na praia trocando idéia, outros estavam surfando com um equipamento que puxa a pessoa com o vento (não sei o nome) e havia nós. Só.

A praia é linda e a cor do mar chama a atenção! Lindo!

Fico imaginando no verão, depois que vi umas fotos... parece que fica bem cheia e coberta por guarda-sóis. Eu fiquei me imaginando tomando banho de sol lá e com certeza vou querer voltar, talvez não no alto verão (porque eu não gosto de lugares muito cheios).

É bom saber que vimos um quiosque na praia.

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, praia, beach, Poetto
Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, praia, beach, Poetto

 

 

VillaSimius

 

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, estrada, road

Estrada para Villasimius a partir de Poetto

Villasimius fica a quase 63km de distância do B&B que nos hospedamos. Acabei intrigada com este nome lá no mapa quando pedíamos dicas com a recepcionista do B&B que ficamos e ela me disse que valeria muito a pena ir até lá. Foi uma dica que até hoje fico muito agradecida por ela ter nos incentivado a ir!

Pegamos a estrada, colocamos boa música para escutar e o tempo estava maravilhoso. Não precisamos usar muitos agasalhos e observamos a paisagem que a estrada nos ofereceu e digo... é linda, tão linda, que jamais esquecerei na minha vida todos aqueles momentos! Realmente é fácil ser feliz com as paisagens que vimos por lá.

A estrada tem ótima estrutura e como eles sabem que a paisagem é linda, há acostamentos estratégicos na estrada para os viajantes apreciarem com mais calma (e evitar acidentes).

Paramos por alguns acostamentos e ficamos maravilhados!

No conjunto de fotos abaixo você pode ver um pouco daquilo que vimos (clique em cima para ampliá-las). Como era inverno, o dia acabava rápido (18h já fica bem escuro). Então, focamos na estrada e não paramos tanto nos acostamento. Mas tivemos muita vontade de parar em todos!

Eu achei tudo lindo. Não sei se sou muito simplória rs mas as paisagens me emocionaram num nível muito, mas muito alto. Fiquei imaginando como deve ser morar em uma das pequeninas cidadelas perto daquele mar...  A ilha é um paraíso !

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, estrada, road
Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, estrada, road
Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, estrada, road
Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, estrada, road
Chegando na Villasimius encontramos outra cidade congelada no tempo (o que não é ruim, aliás, nem um pouco). Dirigimos um pouco nela, que é pequena, e vi no mapa que poderíamos chegar mais próximos do mar. Sem querer acabamos caindo numa baía da Fortalezza Vecchia. Eu não sei o que ela é porque estava fechada, mas estacionamos o carro e subimos até ela. Paramos o carro e andamos pela baía que é linda, com água transparente, cheia de pedras. Deu vontade de mergulhar mas com certeza estava bem fria.

Observamos uns "grunhos" de alguma fibra marinha que se acumulam e formam bolotas (vimos em Poetto também). Não faço ideia do nome disso, mas tem foto mais abaixo. Também observamos um conglomerado de um tipo de palha marina seca na borda da praia e era fofo pisar nele (veja foto abaixo).

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, Villasimius

Um detalhe de rua da Villasimius

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, Villasimius

A Fortalezza Vecchia e a baía

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, Villasimius

Nuvens se aproximando neste local mágico

Sardegna, Sardenha, Italia, Italy, VillaSimius

Os "grunhos" de alguma fibra marinha que se acumulam e formam bolotas

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, Villasimius

Tipo de palha marina seca na borda da praia

Ficamos mais um tempo nesta baía de Villasimius e quando a noite começou a dar o tom na luz, voltamos a Cagliari.

A ilha é tão mágica que nos presenteou com um "adeus" ou um "até logo" fantástico: a foto abaixo mostra o que estou falando... com as nuvens nos morros próximos à estrada que estávamos dirigindo e a luz meio roxa, meio amarela, meio vermelha, linda, linda, linda. O carro estava em movimento e não dava para não olhar pra imagem ao nosso lado. Foi um momento lindo e logo falei: "é até injusto ter que ir embora daqui". E foi injusto, muito injusto e cruel!

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Italia, Italy, estrada, road

 


 

 

Mais lugares para conhecer:

 

A sua viagem não precisa se restringir a Cagliari. Você pode aproveitar a ilha inteira. Há rede ferroviária e de ônibus na isola mas avalie a possibilidade de alugar um carro para te dar mais mobilidade. Vá pingando de praia em praia em volta da ilha. Esta é minha sugestão.

 

 

Sardegna, Sardenha, Sardina, Ilha, Island, Isola, Cagliari, Italia, Italy

Curiosidade

 

Uma curiosidade sobre Cagliari... apesar da paz que ela emana, a beleza, as pessoas simpáticas e cordiais e ruas serenas, uma coisa nos intrigou... Lá encontramos duas lojas que comercializam armas. Como eu nunca vi isso na vida, achei muito "libertino" e ver tantas armas pesadas numa vitrine no meio de tanta imaculado, foi muito, mas muito bizarro.

Não perguntamos quanto a preços, por que não nos interessamos, mas fique de olho quando for pra lá!

 


 

 

Clique na imagem abaixo para abrir o mapa dos locais indicados neste site:

 

mapa sardegna

Hospedagem:

Nos hospedamos no Cagliari Novecento que é um Bed&Breakfast perto da estação do trem. Não utilizamos o trem, já que alugamos um carro no aeroporto. Chegamos no hotel facilmente com o GPS e tivemos muito trabalho para achar vaga na rua para estacionar o carro. Fui até a recepção e para minha surpresa a recepcionista falava português. Ela foi ótima, muito prestativa e dinâmica. Me apresentou rapidamente o hotel e me deu dicas de como estacionar na região. O hotel é simples, com cara de antigo. Tem uma escada bem grande para chegar nos quartos. O quarto é bom, com cama de casal composto de dois colchões de solteiro. Boa roupa de cama e de banho, banheiro bem limpo e ajeitado, a água é muito boa. O quarto dava para rua, o que pode ser ruim para quem tem sono leve… ouvimos muitas conversas na rua por um tempo. O quarto em sí é bom, mas senti um cheiro particular lá… deve ser das vigas enormes de madeira do teto, não sei. O café da manhã é servido em um restaurante pertinho, é um bom café da manhã sem opções salgadas. Não deixe de pedir um delicioso cappuccino. Possui estacionamento sem manobrista por €8 a diária. Endereço: Via Giovannu Maria Angioy, 23.

 


 

ATENÇÃO: Algumas informações descritas no site podem mudar, como por exemplo, preços, horários de funcionamento e até mesmo endereços. Consulte sempre antes de ir! Não possuímos vínculos com as empresas, serviços e profissionais mencionados neste site 😉

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por