EnglishPortugueseSpanish
PUERTO IGUAZU
Postado por Estela T em agosto 31, 2013 Editado em abril 21, 2017

puerto-iguazu-01A minha passagem pela cidade foi relâmpago: um fim de semana de Agosto/2013 aproveitando bilhetes aéreos baratíssimos (daquelas promoções das companhias aéreas).

Descendo em Foz do Iguaçu no Paraná, em um vôo partindo de GRU em SP, durou quase 01h30. Deixamos para trás um final de semana nublado e frio em São Paulo e para encontrarmos o sol agradável e um ventinho não muito frio.

O táxi do aeroporto até o hotel no lado argentino, o La Cantera Jungle Lodge, foi rápido (cerca de 10 minutos) e caro: R$90. Sendo um local turístico todo mundo mete a faca.

O hotel tem um estilo rústico e a proposta é fazer você se sentir no meio da selva. Porém, não é uma selva, lógico. O hotel fica em um lugar que faz parte de um parque com vários hotéis e até resorts. Sei que perto deste hotel há uma aldeia indígena, mas não a conhecemos.

Para quem quer ir para as Cataratas e para o Duty Free, é uma boa base porque não fica distante de nenhum dos dois. Mas como ponto de referência, fica super perto do Duty Free (R$25 de taxi cada trecho) e do centro de Puerto (R$25 cada trecho).

Falando um pouco mais sobre o hotel: ele é competente e diferente. É uma boa experiência se hospedar lá e possui uma excelente equipe que dará dicas sobre o passeio até as Cataratas, sobre o centro, sobre táxi, sobre qualquer coisa. São muito bem treinados, falam muito bem o inglês e o português.

Sobre o quarto há algumas informações que você precisa saber: ele é limpo, espaçoso, bem organizado, mas não espere móveis muito novos. Lógico que isso não é impeditivo, porém, a parede/porta do banheiro são de vidros. Por mais que seja "vidro fumê", não o torna nada privativo. Para um casal é ótimo, mas em uma viagem com amigos, se alguém tiver restrição quanto a isso, talvez este não seja o lugar ideal.

Os quartos ficam em pequenos blocos contendo 4 apartamentos no total: 2 em cima e 2 em baixo e não possui elevadores. então, você vai carregar a sua mala escada acima e abaixo.

O caminho da recepção até os quartos é um mimo e à noite a equipe acende as "mini-tochas" que ficam ao longo do caminho para guiar os hóspedes (na escuridão da "selva").

Em Puerto Iguazu todo mundo aceita reais (R$) e o Duty Free é quase um mini-shopping térreo onde as pessoas podem ser bem servidas em perfumes e bebidas. Chocolates quase não há. Você será forçado a colocar sua bolsa em uma bolsa de segurança lacrada na entrada. Lá dentro eu comi a melhor empanada que encontrei na vida. Muito bom... ou foi a fome?

O Duty Free é competente, muito parecido com o Dufry do Brasil e com os mesmos preços. Sempre vale a pena porque são mais baratos que os da Europa. O perfume que uso, por exemplo, custa R$30 a menos do que de um Duty Free de Paris, Berlin ou Istanbul. Então, sempre pesquise antes!

puerto-iguazu-06
puerto-iguazu-05

 

 

Centro de Puerto Iguazu

puerto-iguazu-04O centro de Iguazu o que eu posso dizer? Bem... nada atrativo. Há muitas lojas de couro, pseudo-couro e de pseudo-cashmere. É difícil encontrar jaquetas de couro bem acabadas e a desconfiança de que são feitas de couro surge infalivelmente. Sem a possibilidade de queimar um pedaço com o fogo de um isqueiro, eu não saberia jamais se é ou não é... é nessas horas que me arrependo profundamente por não ter comprado as jaquetas de couro na Capadócia (Turkije) rsrsrsrs.

Além de tudo isso, achei tudo muito caro. A Avenida Brasil é a avenida que mais conhecemos, mas foi uma passagem rápida, como eu disse, não há atrativos competitivos.

Lá no centro, em uma das avenidas centrais fomos conferir um restaurante que meu amigo sugeriu: Aqva.

Ele é simples à primeira vista, mas o atendimento impecável! Digno de cidade turística! Chegamos relativamente cedo (19h) e a casa estava vazia. Na hora que fomos embora, percebi que estava cheio e com fila de espera do lado de fora!

couvert é muito bom! com pãezinhos gostosos e muito frescos, não desperdice um de alecrim com sal grosso em cima: maravilhoso!

A especialidade da casa são os peixes, mas há pratos com carne também. Eu não tenho vontade de comer muitas coisas comuns do meu dia-a-dia quando viajo, então, aceitamos a sugestão do garçom para a entrada, que foi um "Tempura de Langostinos y Perfume de Coco, Guacamole y Salsa de Hinojo". Asseguro a você que estava maravilhosamente na medida certa e seguimos com a outra sugestão do "Merluza Negra con Espárragos, Aceitunas, Tomates Secos, Alcaparras & Salsa de Champan" como prato principal. O palmito estava divino, daqueles que derretem na boca! O peixe era leve, macio e suculento com uma crosta meio queimadinha divinamente salgada.

puerto-iguazu-03
puerto-iguazu-02

 

 

Cataratas del Iguazu

Estas são as dicas do lado argentino. Não faço ideia de como é do lado brasileiro. Mas no fundo, é a mesma catarata.

O legal de conversar com as pessoas de lá é que elas passam umas dicas como: melhor época para ir e pior época para ir. Com a mudança climática, é difícil prever, mas geralmente em Julho o nível da água está baixa e Dezembro e Janeiro chega a fazer um calor infernal de 45ºC !!! Outra dica é fazer o passeio noturno nas Cataratas em noites de lua cheia. Mas é preciso reservar porque há restrição na quantidade de visitantes.

puerto-iguazu-07Chegando no guichê de entrada, para pessoas do Mercosul (leve documento para comprovar isso) o preço da entrada no parque é mais barata: 115 pesos. Para os que não são, custa 170 pesos. Boa diferença! Dica: não aceitam nada além de pesos argentinos, eu disse NADA! Então, não adianta levar Reais (R$).

Se você não tem dinheiro o suficiente (porque gastou tudo com o taxi absurdamente caro para perambular para todos os lados), no portão de entrada do parque (lá embaixo antes de chegar nas bilheterias), você pode sacar no Banco de la Nacion Argentina com o seu travel money.

Mas se prepare: é meio bizarro o esquema.. confuso... saquei com o "Visa" do meu cartão "Master"... mas deu certo!

puerto-iguazu-08Entrando no parque  logo mais a diante, antes da primeira estação de trem, você deve contratar o serviço de alguma empresa que organiza os passeios. Escolhemos a Jungle (Iguazu Junlge Excursiones)por indicação do hotel e do taxista.

Muitos simpáticos, explicam os tipos de passeios oferecidos com um mapinha na mão para ilustrá-los. São três tipos de passeios e escolhemos o "Passeo Ecologico" e o "Aventura Nautica". Deixamos de lado o "Gran Aventura". Lá eles te dão o passe do trem e os ingressos dos passeios adquiridos (estes são de plástico). Os dois custaram uns 280 pesos, eu acho, e lá você pode usar seu travel money ou credit card.

Depois que você desce do primeiro trenzinho, para visitar as Cataratas e a "Garganta do Diabo", tem que esperar na plataforma pelo segundo trenzinho. A fila que se forma é na mesma plataforma de desembarque do primeiro, então, não se preocupe em se deslocar para longe e nem com a falta de informação ou placas indicativas. É lá mesmo!

Não se assuste se tiver muita gente na sua frente. Pode ser que você pense "poxa... vou ficar esperando uns 20 minutos aqui até o próximo trem chegar". Saiba que um trenzinho cabe muita gente! Eles tentam colocar todo mundo junto, mas não é desagradável viajar com pessoas desconhecidas, até porque o trecho é curto.

Ah! Importante: para os passeios "radicais" não são permitidas crianças com menos de 12 anos!

puerto-iguazu-09
puerto-iguazu-10
puerto-iguazu-11

Em cada parada há lanchonetes para reabastecer as energias e banheiros.

A época que fomos foi Agosto de 2013 e pelo que nos falaram, é a época dos europeus explorarem a região. Tem de tudo um pouco numa maçaroca de línguas. Adoro!

O caminho até as Cataratas é longo, mas tem gente que leva os seus bebês até mesmo com carrinhos e até idosos em cadeiras de rodas vão! Porque vale muito a pena! Mas se prepare! Tem gente indo e vindo naquela passagem!

E tem gente que pára no meio da passarela para tirar fotos, atrapalhando o fluxo de todos. Mas compensa... você vai andar um bocadinho mas não é nada sacrificante, pelo menos para nós estava uma brisa muito boa! Quando é época de cheia, a passarela não funciona.

Você vai saber quando estiver perto da Catarata quando escutar o som belíssimo que ela reproduz e avistará as zilhares gotículas de água voando! Parece até um caldeirão quente de longe!

E o que você vê, se conseguir abrir os olhos quando não bater um vento nos seus olhos com zilhares de gotículas e quando as pessoas deixarem você se aproximar da grade de proteção, é FANTÁSTICO! Uma pena que a câmera não capta exatamente o que vemos lá.

puerto-iguazu-12

 

 

 

 

 

 

Chegando pertinho das Cataratas algumas pessoas vendem serviços de: aluguel de escada e fotografias. Não chequei os valores, não me interessei, mas é uma boa opção principalmente aos profissionais! Vale lembrar que dependendo da direção e da intensidade do vento, você vai se molhar e sua câmera pode sofrer um pouco! Desapegue e aproveite! As cataratas listam como Patrimônio Mundial pela UNESCO.

puerto-iguazu-13
puerto-iguazu-14
puerto-iguazu-15

Saindo de lá, fomos ao primeiro passeio contratado: o "Passeo Ecologico" que consiste em uma descida até o primeiro trecho de parada do primeiro trem de bote.

A descida é macia e tranquila e o sol pode começar a arder se você não se preparou para isso, porque incrivelmente o vento não passa por lá e o sol é direto nas costas! Dura uns 30 minutos no máximo!

O condutor falando castelhano nos mostra as tartaruguinhas na beira do rio, um crocodilo descansando e ao passar entre as árvores, fica atento para nos mostrar os macaquinhos e tucanos! Eu particularmente nunca tinha visto tucanos soltos na natureza em toda a minha vida, então achei emocionante!

puerto-iguazu-16
puerto-iguazu-18
puerto-iguazu-17

E chegando naquela primeira parada do trem, chegamos também no começo da trilha do passeio "Aventura Nautica". Resolvemos seguir pelo Circuito Inferior porque estávamos preocupadas com o tempo. Mas chegando em um trecho onde você consegue ter uma boa vista das cataratas é onde está o pulo do gato: você acaba se confundindo qual a direção que estava indo e acaba seguindo pelo lado errado e cai no Circuito Superior (e mais longo). Mas perguntando para algum guia que está acompanhando algum grupo, tudo dá certo!

Cuidado! Não achei muito sinalizado, por isso nos perdemos. Mas no final, chegamos ao guichê de validação do pagamento do passeio "Aventura Nautica" da Jungle e descemos as escadas. Neste momento, não esqueça de comprar a sua capa de chuva. Se não comprar aí, não terá como comprar lá embaixo... só se subir novamente as escadas até o guichê.

puerto-iguazu-19
puerto-iguazu-20
puerto-iguazu-21

puerto-iguazu-22

Chegando pertinho dos barquinhos que te levarão pertinho das cataratas, te entregam bolsas para você colocar tudo o que você não quer que se molhe: bolsas, sapatos e câmeras. Você coloca a capa, o salva vidas e anda com um sacão protetor de pertences e entra no barquinho.

Dura cerca de 15 minutos a aventura e o condutor é radical, faz curvas, acelera e quando chega perto das cataratas, avisa para tirar fotos e logo depois guardar as câmera porque... é banho, de verdade! E é delicioso! Eu abri meus olhos, vendo aquela água caindo na gente, mas não se assuste! Ele não fica embaixo da corredeira, isso é impossível! Mas ele fica bem próximo e é impossível não se emocionar!

Saídas dos barcos

Saídas dos barcos

puerto-iguazu-24
puerto-iguazu-25

 


 

 

Clique na imagem abaixo para abrir o mapa dos lugares indicados neste site:

 

mapa puerto iguazu
ATENÇÃO: Algumas informações descritas no site podem mudar, como por exemplo, preços, horários de funcionamento e até mesmo endereços. Consulte sempre antes de ir! Não possuímos vínculos com as empresas, serviços e profissionais mencionados neste site 😉

Curiosidades:

puerto-iguazu-26Em um momento percebemos que o parque possui muitas borboletas pequeninas que querem ficar perto de você. Algumas são tão bobinhas e não prestam a atenção nos seres humanos e morrem pisoteadas.

Dá uma dó de vê-las mortas e muitas pessoas não percebem a existência das mesmas.

puerto-iguazu-28O parque está recheado de coatis que são absurdamente acostumados e confortáveis com a presença de seres humanos. Muitos recebem de forma totalmente imprudente alimentos indevidos dos turistas. Isso é um absurdo!

Para quem não sabe, o cotai é um animal peludo típico da América do Sul e Central. Seu nome vem do tupi Brasileiro.

puerto-iguazu-27E é muito comum encontrar um pássaro chamado urraca bem à vontade voando bem pertinho de você. Na verdade, são poucos que voam, eles ficam pousados nos galhos das árvores bem perto de você.

Parece até que está acostumado a compartilhar a sua beleza exótica nas lentes fotográficas. Mesmo com um monte de gente chegando perto, ele fica lá, observando curioso. Com certeza esperando uma propina, uma comidinha.

Quando você parar para comer algo, avistará outros próximos! Ele é grandinho e tem cores muito vivas, a cor azul em volta dos olhos e na nuca são impressionantes! Parece que foram pintados!

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por