EnglishPortugueseSpanish
Norte Chico II: VALLE DE ELQUI
Postado por Gisela S em outubro 10, 2015 Editado por Estela T em Abril 21, 2017

Dicas sobre NORTE CHICO II (Valle de Elqui) no Chile com Pisco Elqui, Reserva Nacional Pinguino de Humboldt e Punta Choros + sugestões de passeios, restaurantes, hospedagem etc.

 

 

O caminho de Combarbalá até Vicuña

 

Viñas, Monte Patria

Viñas, Monte Patria

Estávamos cansados e não conseguimos sair tão cedo de Combarbalá. Nesse contexto, seguimos em direção a Pisco Elqui, passado por Vicuña, pelo caminho com menos trechos de rupia(pedra). Mas infelizmente não conseguimos conhecer Vicuña, porém, ressalto que vale a pena dedicar algumas horas por lá.

Seguimos até Ovallepassando por Monte Patria, pois queriamos passar pelas viñas e ver como é a região onde a somelier que encontramos na Viña Tabali disse que mantinha sua produção de Pisco. Inclusive, se você pretende comprar um pisco especial vale a pena procurar pelo Pisco Waqar. Ele ganhou até prêmio de melhor bebida destilada. Só não vai ser fácil achar a garrafa.

Em Pisco Elqui você achará esse pisco no bar "La Terraza" pra provar.

Se você tiver um pouco mais de tempo pode pegar o caminho de Ovalle para Pisco Elqui passando pela Pichasca

Pisco Waqar, Bar Terraza, Pisco Elqui

Pisco Waqar, Bar Terraza, Pisco Elqui

O caminho todo é muito bonito. Chegando próximo a Vicuña paramos para almoçar em um restaurante na estrada chamado "Al Sur del Elqui". Muito gostoso e gracioso. Possui sombreiro no estacionamento feito por parreiras de uva e todo o ambiente é decorado com plantas frutíferas trepadeiras. O menu é baseado em comidas típicas da região: mote de huesillos, empanadas, humitas, entre outros. Eu aproveitei pra provar esses 3 que citei. Tomei suco de sandia que é como uma melancia, mas bem mais doce (as frutas que nascem em regiões desérticas são normalmente muito doces).

O mote de huesillos é uma comida típica da região "desértica" do Chile. É algo bem leve. Tem um milho branco com pêssego em calda. Mas vale saber que não é um prato doce. É algo com bem pouco açúcar (achei até sem graça), porém fresco e pode ser uma boa pedida para dias quentes.

Humitas, Restaurante Al Sur del Elqui, Vicuña

Humitas, Restaurante Al Sur del Elqui, Vicuña

Quando chegou o tal da humita pensei: "Pamonha!!" E é como uma pamonha mesmo mas sem sal ou açúcar.

Satisfeitos seguimos nosso caminho para Pisco Elqui.

Na estrada reparamos numa placa indicando um mirador e muitas pessoas estavam saindo da estrada rumo ao mirador, então, resolvemos parar.

Realmente a vista do valle era linda. Na verdade o ponto é um mirador que dá vista para uma represa. Pelo que me contaram lá foi obra realizada por uma construtora brasileira (OAS, se não me engano).

 
No caminho até o mirador havia uma feirinha de artesanato onde, além de artesanato, se podia comprar sorvete, frutas, etc.

A vista da represa era linda. Podia-se reparar que o nível de água estava muito abaixo do normal. Não é a toa que a região está sofrendo com falta de água.
Venta muito nesse "corredor" entre montanhas onde está a represa. Achei interessante uma obra de arte que instalaram lá: um instrumento que é tocado pelo vento!! Muito legal!!

Restaurante Al Sur del Elqui, Vicuña

Restaurante Al Sur del Elqui, Vicuña

Estacionamento do Restaurante Al Sur del Elqui, Vicuña

Estacionamento do Restaurante Al Sur del Elqui, Vicuña

Mirador, Vicuña

Mirador, Vicuña

Represa, Mirador, Vicuña

Represa, Mirador, Vicuña

Feira de Artesanato do Mirador, Vicuña

Feira de Artesanato do Mirador, Vicuña

Copao (fruta de cacto) para comer de colher na Feira de Artesanato, Mirador, Vicuña

Copao (fruta de cacto) para comer de colher na Feira de Artesanato, Mirador, Vicuña

Saindo de lá seguimos para Pisco Elqui.

Vou te falar que quando você muda de estrada pra Pisco Elqui e pega uma estrada estreita no cantinho da montanha.... é lindo!!! Amei a sensação de sermos tão pequenos no meio daquelas montanhas imensas.

Uma coisa que acho que pode ser muito legal é fazer um piquenique por lá. Há alguns pontos para observação da paisagem com mesas pra piquenique. Acho que deve ser muito gostoso comer um lanche e beber um vinho por ali (claro que o motorista terá que ficar com o suco de uva).

Passamos por cidades pequeninas até chegar em Pisco Elqui... que é uma graça.

Passamos pela igreja e por sua pracinha e fomos diretamente para a destilaria Pisco Mistral, pois queríamos fazer um tour para entender o processo de fabricação de Pisco, além de realizar a degustação e comer no restaurante da pisquera (muito bem recomendado).

Instrumento tocado pelo vento, Mirador, Vicuña

Instrumento tocado pelo vento, Mirador, Vicuña

Pontos para observação do vale na estrada para Pisco Elqui, Valle de Elqui

Pontos para observação do vale na estrada para Pisco Elqui, Valle de Elqui

Valle de Elqui

Valle de Elqui

Valle de Elqui

Valle de Elqui

 

 

Passeio por Pisco Elqui

 

A igreja fica bem no "burburinho" da cidade que é um famoso destino de verão dos chilenos. Em volta da igreja estão os restaurantes e bares da cidade.

Se você está pensando em ir pra esse lugar badalado, lembre-se que ele fica no meio das montanhas e que apesar de algum calor durante o dia, faz friozinho a noite (então leve também alguma roupa quente).

Bom, a destilaria Pisco Mistral possui um ambiente lindo e muito agradável. Além de o restaurante ser realmente bom. Não esqueça de agendar sua visita. Preços variam de CLP$ 6.000 a 10.000 por pessoa.

Igreja Matriz, Pisco Elqui

Igreja Matriz, Pisco Elqui

Pisco Mistral, Pisco Elqui

Pisco Mistral, Pisco Elqui

elqui-24
elqui-23
Restaurante Pisco Mistral, Pisco Elqui

Restaurante Pisco Mistral, Pisco Elqui

Fazendo uvas passas, tour Pisco Mistral, Pisco Elqui

Fazendo uvas passas, tour Pisco Mistral, Pisco Elqui

elqui-25
Restaurante Pisco Mistral, Pisco Elqui

Restaurante Pisco Mistral, Pisco Elqui

Tour Pisco Mistral, Pisco Elqui

Tour Pisco Mistral, Pisco Elqui

elqui-22

 

 

Estadia em Domo

 

Apartamento, Elqui Domos

Apartamento, Elqui Domos

Depois de jantar, seguimos para o Domo que alugamos através do Airbnb para passarmos a noite (disseram que dá pra alugar os quartos diretamente no site do domo e que fica mais barato).

O aluguel do domo é mais caro que um hotel (~R$580 por noite) pois ele cabe até 4 pessoas e fica em um local isolado, próprio para avistamento de estrelas. Eu reservei o Elqui Domos, próximo de Pisco Elqui.

 

O Elqui Domos possui duas modalidades de hospedagem: a primeira é Dome Rooms onde o quarto é em uma estrutura geodésica de Metal e PVC enorme, onde a observação do céu também é possível pelo quarto. Mas é mais destino a casais.

A segunda é a Observartoy Rooms, onde ficamos.

Eu super recomendo a estadia no Domo. Possui boa estrutura, o ambiente é lindo e é tudo preparado para que você passe a noite vendo estrelas. Além de tudo, eles tem um observatório particular e você pode agendar hora para que o telescópio fique dedicado somente para as pessoas do seu domo!!!

É um ótimo local para quem quer tirar fotos de estrelas!! Mas se esse for seu objetivo é importante que você saiba que se a lua aparecer, você não conseguirá tirar fotos das estrelas. Então vale a pena você tentar casar sua viagem até lá com o calendário lunar.

Nós chegamos tarde no domo e ficamos no apartamento. É muito confortável!! Tem uma cama enorme com um teto de vidro, uma varanda, sala... Um ambiente muito gostoso. Tem frigobar e vinho (porque vinho pode ser algo interessante no processo de passar a noite observando estrelas rsrs).

 

Informações:

Elqui Domos: Camino Público Pisco Elqui
Horcón Km, 3.5
Sector Los Nichos s/n Paihuano

Apartamento, Elqui Domos

Apartamento, Elqui Domos

Domo, Elqui Domos

Domo, Elqui Domos

Área de convivência, Elqui Domos

Área de convivência, Elqui Domos

Varanda do apartamento, Elqui Domos

Varanda do apartamento, Elqui Domos

 

 

La Serena: Reserva Nacional Pinguino de Humboldt

 

Bilheteria para venda dos tickets para vista a Reserva Nacional Pinguinos de Humboldt

Bilheteria para venda dos tickets para vista a Reserva Nacional Pinguinos de Humboldt

Quando fomos para a Reserva Nacional Pinguino de Humboldt estávamos em Pisco Elqui, mas saiba que o melhor é sair de La Serena, pois é muito mais próximo da reserva e provavelmente você conseguirá chegar a tempo de pegar as embarcações que desembarcam na ilha.
 
A Reserva Nacional Pingüinos de Humbold criada em 1990 tem uma maravilhosa fauna em perigo de extinção.
Nessa reserva existem várias ilhas como a Isla Damas, Choros e Chañaral. Mas já li em alguns lugares sobre uma ilha chamada Gaivota que a priori também pertence a reserva. No entanto, essa outra ilha fica em uma parte distante de Punta Choros, cujo acesso é feito por Caleta Chañaral (que já fica em outra região do Chile, então as agências de La Serena não fazem o trajeto, teria que ser uma agência de Chañaral, mas se você estiver de carro e com tempo, pode tentar ir lá, dizem que tem mais baleias e golfinhos (e é mais vazio)).
Os pontos interessantes a visitar em Punta Choros são ilhas Choros, Damas e Gaviotas e as praias Las Tacas, La Barranca ou Blanca, El Águila, La Ventana e Los Bolones. Além disso, é possível visitar as caletas Los Corrales e San Agustín.
 
Punta Choros fica a 100km de La Serena e é o ponto de embarque para isla Damas onde se pode avistar las "Loberas" com grande quantidade de lobos marinhos, além de muitas aves, o pinguim Humboldt e golfinhos nariz de garrafa (delfines nariz de botella).

Punta Choros é um povoado que oferece aos turistas uma maravilhosa população animal. Na fauna local se destacam o golfinho nariz de garrafa, o Chungungo e o pingüin de Humboldt.
Os moradores da região indicam que final de fevereiro e começo de março é o melhor momento para avistar baleias nos arredores da isla Chañaral, em frente a caleta Chañaral de Aceituno.Vale dizer que a Punta Choros e Caleta Chañaral não são o mesmo local de partida, sendo a Caleta Chañaral mais ao norte.

Para fazer Punta Choros e Caleta Chañaral, mergulhos e tudo mais que a região permite, acho que seriam necessários uns 3 dias para poder fazer tudo tranquilamente.

Punta Choros

Punta Choros

Além do passeio as ilhas é possível andar de kayak, surfar, nadar, pescar e mergulhar.
Para mergulho há 2 operadores a Memo Ruz (~$35.000 (~R$145/pessoa) para o primeiro mergulho e $15.000 (~R$62/pessoa) para os outros, com equipamento incluído)) e ExploraSub (~$35.000/mergulho com equipamento incluso).

Embarcando para Reserva Nacional Pinguino de Humboldt, Punta Choros

Embarcando para Reserva Nacional Pinguino de Humboldt, Punta Choros

A operadora Memo Ruz aluga Cabañas, mas no verão o aluguel é de pelo menos 3 dias. Lá também a espaço para camping.
É possível realizar camping na Ilha Damas solicitando autorização na CONAF de Coquimbo.

Se você está pensando em um turismo rápido é mais convencional, há várias agências de turismo que oferecem o passeio de La Serena para a reserva, então se você estiver sem carro basta falar com uma agência local. Para que você tenham ideia na agencia www.turismodelfines.com o tour sai as 8am de La Serena e retorna as 6pm e custa $43.000 pesos chilenos (~R$177/pessoa) e inclui almoço e entrada no parque.

punta-choros-06É possível fazer passeios para avistamento de baleias com diversas agências. Eu achei na internet o tour com a empresa www.turismodelfines.com, onde o passeio sai as 8am e volta as 6pm e custa $55.000 pesos chilenos (~R$230/pessoa) e inclui almoço típico e entrada no parque. No site tem o contato para procurar alguem para fazer a reserva: http://www.xn--caletachaaral-qkb.cl/tour-reserva-marina/
 
Existem alguns micro-onibus que fazem o trajeto 2x ao dia (sai de La Serena 9am e 3pm) em frente a Panaderia El Griegos. O mesmo acontece na volta. A viagem de microônibus dura cerca de 2,5h e custa $4.500 (~R$19/pessoa) por trecho. Para confirmar a ida nesses microônibus é indicado contactar um dos motoristas: Eduardo (9377 0514) e Hector (8970 3499) com quem é possível ligar e combinar os horários e pontos de encontro.
 
Para quem vai de carro a dica é se planejar para chegar lá por volta das 8h pois existe um limite máximo de pessoas que podem desembarcar na ilha e esse limite acaba muito cedo (até porque as agências de turismo chegam cedo no local).
 
punta-choros-07Não é preciso ir de carro 4x4. Estamos com um carro básico e não tivemos problemas, pois apesar de um trecho ser em estrada de terra e pedriscos, não era nada demais. Obviamente, um 4x4 traria mais conforto.
 
Na estrada não há muitas pontes, então fique atento, pois você terá que sair da estrada quando avista a ponte abaixo (depois de passar pelos geradores de energia eólica). Vindo de La Serena você terá que cruzar a estrada e entrar a esquerda em um caminho de pedriscos.
 
Não havia placa quando fomos, mas a estrada estava em reforma, por isso deixamos aqui a dica.
 
Depois que você virar o caminho é fácil (não tem opções).
 
Chegando lá, você se admirará com a beleza do mar!!! Mas siga para a bilheteria e compre seu ticket, então aprecie a vista até o momento de saída de seu barco.
 
Lá tem restaurantes, mas se você estiver pensando em café da manhã, acho que não terá muitas opções.

A entrada ao parque custa $1.600 pesos chilenos (~R$6,5) para adultos. Além da entrada no parque você deve pagar o passeio de barco que custam cerca de $9.000 (~R$37/pessoa). Eu tinha lido que o passeio durava cerca de 2h mas o nosso demorou mais tempo, chutaria umas 3h ou 3,5h. 

Fizemos o passeio tradicional, porém sem a possibilidade de trekking na ilha, pois chegamos lá por volta das 11h da manhã e já havia se chegado no total máximo de pessoas permitido do dia.

Avistamento de baleia, Punta Choros, Reserva Nacional Pinguino de Humboldt

Avistamento de baleia, Punta Choros, Reserva Nacional Pinguino de Humboldt

Lobos marinhos, Punta Choros, Reserva Nacional Pinguino de Humboldt

Lobos marinhos, Punta Choros, Reserva Nacional Pinguino de Humboldt

Infelizmente, minha câmera quebrou e eu estava com pouca bateria no celular então não consegui muitas fotos do passeio. Mas recomendo muito muito muito e digo que quero fazer o passeio novamente.
 
Avistamos cormoranes, lobos marinhos, elefante marinho, pinguins, gaivotas e Baleia!!! Pelo que disseram é comum também a presença de vários golfinhos também, mesmo nesse passeio tradicional.
De toda forma, vale saber que não é permitido que as embarcações fiquem mais de 15min próximas dos golfinhos para evitar stress. 
 
O avistamento da baleia foi maravilhoso!! Estávamos num barco pequeno então ela não chegou muito perto da gente, mas era perto suficiente para percebemos que o barco era muito menor que ela. Estavam em 2 baleias, uma delas subiu várias vezes, mostrou o rabo... É difícil descrever aqui pois a euforia da sensação de ter uma baleia tão perto é deliciosa e você precisa estar lá mesmo pra sentir.
Praça de Alimentação, Punta Choros

Praça de Alimentação, Punta Choros

Chupe de Locos, Punta Choros

Chupe de Locos, Punta Choros

Vista da Praça de Alimentação, Punta Choros

Vista da Praça de Alimentação, Punta Choros

Pastel de Jaiba, Punta Choros

Pastel de Jaiba, Punta Choros

A única ilha onde se pode descer é a Isla Choros onde há uma trilha de 45min (a permanência máxima permitida na ilha é de 1h). Para descer na ilha é necessário comprar um ticket de $2.500 pesos (~R$11/pessoa).
 
O ponto ruim do passeio foi a volta. Como o barco é pequeno e venta muito quando ele acelera, entra muita água gelada no barco. Para que as pessoas não se molhem tanto, eles levantam uma barreira plástica ao lado dos barcos. Isso realmente melhora o conforto, mas impede que você veja a paisagem (o que é muito chato!!). Eu sou a favor de barcos mais adequados, com janelas ou barreiras transparentes (pronto, reclamei rsrs).
 
Chegando de volta a praia fomos para a praça de alimentação local almoçar.
Essa praça é um local simples com vários restaurantes que servem culinária local (e o básico).

A praça tem uma boa vista da praia.

Nessa viagem, estava disposta a provar o máximo possível da culinária local então, mesmo sabendo que não aguentaria, pedi 2 pratos diferentes: Pastel de Jaiba e Chupe de Loco.

O Pastel de Jaiba é uma "sopa" espessa de caranguejo. Não sou uma grande comedora de caranguejos, mas vou te dizer que estava muito gostoso. Apesar de ser comum servir em um prato fundo de barro, os mais tradicionais acham que o melhor é comer na própria casca do caranguejo.

Pelo que eu entendi do prato ele é uma "sopa" espessa com origem no império Inca. Ela pode ser preparada com leite ou água, tem pedaços de miolo de pão, cebola, alho, paprica, etc, gratinado. Os chupes podem ser de vários frutos do mar. No meu caso foi chupe de camarão.
 
Se você tiver interesse em mais itens da culinária típica chilena, você pode ver detalhes de alguns clicando aqui.
 

Voltamos para La Serena já no final da tarde. Nesse dia, dormimos em La Serena. Fiquei num quarto privativo do hostal El Arbol. As pessoas do hostal foram muito simpáticas e haviam turistas de várias partes do mundo contando seus casos de viagem. Foi uma estadia muito gostosa. 

 

 


 

 

Mais lugares para conhecer:

 

Se passar por VICUNA:

  • Observatorio del Pangue, para olhar as estrelas
  • Ir até a represa Embalse Puclaro
  • Conheceros arredores da Plaza de Armas e passear na Iglesia Inmaculada Concepcion, comprar artesanato local na Publito de Artesano e admirar a Torre Bauer.

 

 


 

 

Clique na imagem abaixo para abrir o mapa dos locais indicados neste site:

 

mapa valle elqui

Hospedagem:

 

Não houve hospedagem em Vicuña, mas para quem for parar por lá por conta dos observatórios, há boas indicações quanto ao Hostal Al Yaras e o Hostal Valle Hermoso.

Para hospedagem em PISCO ELQUI, veja texto acima sobre Elqui Domos.

Dica: No Chile, se você paga o hotel em dólar ou euro, você fica isento do imposto local de 19%, sendo que o pagamento pode ser no cartão de crédito internacional.

 


 

CuriosidadeNorte Chico é o nome de uma das 5 regiões do Chile, sendo considerada a "Pequena Norte", perto da região "Norte".

 
ATENÇÃO: Algumas informações descritas no site podem mudar, como por exemplo, preços, horários de funcionamento e até mesmo endereços. Consulte sempre antes de ir! Não possuímos vínculos com as empresas, serviços e profissionais mencionados neste site 😉

 

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por