EnglishPortugueseSpanish
BOITUVA – Centro de Paraquedismo e Balonismo
Postado por Estela T em abril 28, 2016 Editado em abril 21, 2017

Boituva fica a 123km do centro de São Paulo. A cidade é conhecida pelas práticas de paraquedismo e balonismo, abrigando o maior centro destas práticas na América Latina, abrigando assim o Centro de Paraquedismo e Balonismo.

A cidade de Boituva em si não conhecemos. O foco era irmos ao centro de paraquedismo e balonismo para que, em 2010, fizéssemos o passeio de balão. O retorno se deu apenas em 2016, com foco no paraquedismo.

 

Balonismo

 

Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, BrasilEm 2010 entramos em contato com uma das diversas empresas de balonismo do Centro de Paraquedismo de Boituva. Eu não vou divulgar o nome da empresa que contactamos mas o padrão de atendimento e procedimentos antes, durante e após o vôo é padrão.

O passeio de balão acontece às 06h da manhã. O momento que a equipe enche os balões também é um atrativo, então, tente chegar uns 30 minutos antes, além do mais, o pessoal tem que confirmar o seu nome na lista, checar pendências, dar instruções, etc. Como do centro de São Paulo até lá pode levar 1 hora e 40 minutos de carro, você tem que madrugar para chegar no horário.

Se você quiser, pode chegar um dia antes e se hospedar nas pousadas da região. Nós não no hospedamos então não sei como é esta experiência, mas acredito que seja muito satisfatória.

Lembro que tivemos um simples café da manhã no local e depois nos reunimos com a equipe e outros passageiros para ouvirmos as instruções.

É tudo muito simples e prático. Os profissionais de lá são muito experientes, sérios e atenciosos. A prática é muito segura e mesmo quem tem medo de altura consegue fazer o passeio. Lógico que acidentes podem ocorrer, até mesmo em um elevador de um edifício moderno, mas não é comum tais acidentes de balão.

Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil

 

 

 

 

TOME NOTA!
A seguir alguns itens que você deve saber:

  • Duração do Passeio: de 40 minutos a 1 hora
  • Altura que o balão sobe: até 500 metros
  • Distância percorrida: de 15 a 20km do ponto de partida
  • Como se vestir: use roupas confortáveis como sapatos esportivos, agasalho, calças jeans. Lembre-se que pode ficar frio lá em cima e a relva no chão estará molhada. Não vá com roupas claras porque você pode se sujar. Não use calçados abertos, saias, vestidos ou bermudas e nunca use salto alto porque o cesto é de vime e você pode ficar entalada lá dentro. O cesto do balão não possui uma porta, então você vai ter que pular pra dentro ou pra fora. Não vá com bolsas e mochilas (deixe com a equipe ou no carro)
  • Dica: Ao fechar o passeio com uma empresa, não esqueça de informar o peso (em kg) de cada um dos seus companheiros de balão.
  • Valores: O vôo não é barato, podendo custar a partir de R$350 a R$600,00. Crianças menores de 12 anos pagam valores menores. Veja condições de pagamento com a empresa que contratar.
  • Fique atento: o passeio de balão poderá ser adiado se as condições de tempo não forem apropriadas.

 

O Passeio

O passeio em si é muito tranquilo. Quando é sua primeira vez, há um certo frio na barriga, mas de repente, sem você sentir, o balão já está subindo. E sobre rápido e quando você menos espera está diante de um cenário muito bonito! A escolha do mês de Maio foi muito certeira, com muitas neblinas misteriosas tomando forma das colinas e campos da cidade.

Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil

Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, BrasilO balonista sobe e desce o balão e os minutos voam mais rápido que o balão! No final, ele passou perto de um conjunto de árvores e procurou um lugar seguro para pousar.

Ao pousar, quicamos. Foi até engraçado. Tudo muito tranquilo e bonito. Dá muita paz ficar lá em cima.

Depois de ficar em terra firme, o balonista chama pelo rádio a equipe e as vans nos buscaram até o ponto de partida. Mas antes de voltarmos, há um brinde com champanhe para comemorar a experiência.

Super recomendo o passeio, apesar do valor. Se você quiser, há empresas que fazem passeio particular, mas deve ser muito mais caro. Além disso, eles têm vale-presente, então você pode proporcionar um agradável momento a uma pessoa que gosta ou ama. Por falar em amor... Muitos casais apaixonados fazem este passeio. Então leve o seu par ou simplesmente compartilhe com seus amigos e familiares, ou seja, pessoas que amamos!

 

Paraquedismo

 

Há muito tempo eu pensava em saltar de paraquedas mas era sempre difícil arrumar companhia (não queria curtir essa experiência sozinha), até que um grupo de amigos tomou coragem e resolvemos ir.

Fomos para Boituva saltar, dado que lá é o maior centro de paraquedismo da América Latina e há grandes escolas com ótimos instrutores, além de toda estrutura. Agendamos o salto para o grupo num sábado de Fevereiro de 2016, às 9h.

Chegando lá recebemos uma breve explicação sobre as alternativas de fotografia e filmagem para que decidíssemos como fazer. Cada pessoa escolheu sua alternativa, teve gente que quis economizar e não pagou nenhuma foto ou filmagem (R$300), a maioria pegou o pacote básico de fotos (fotos e videos com 1 câmera presa na mão do instrutor que vai saltar com você, R$450) e eu escolhi o pacote VIP (foto e vídeo feito pelo instrutor que vai com você e com outro que salta junto, R$660). É possível parcelar em 2 ou 3x no cartão de crédito.

Depois de realizar o pagamento a escola verifica quais serão os instrutores que farão o salto com você. Os instrutores vão se apresentar a cada pessoa e passam alguns instruções básicas (são básicas mesmo, são 5 minutos de instruções, no máximo). Passadas as instruções segue-se para o avião.

O avião é pequeno então para quem tem medo de voar o medo já fica forte nesse momento. Eu adoro voar, voo muito a trabalho e lazer e não tenho medo nenhum de voar em aviões pequenos.
Como os instrutores que foram comigo ficaram conversando comigo para fazer o vídeo que eu tinha pago, eu fiquei o tempo todo muito tranquila.
Comecei a ficar com medo quando a porta do avião abriu e o primeiro maluco saltou! (senti um frio enorme na barriga)

Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil

Eu fui a segunda a saltar. Antes de saltarmos, o instrutor ao ver que eu estava muito tranquila me perguntou: “Você quer um salto com emoção ou sem emoção?” Fiquei pensando se existiria uma forma de saltar sem emoção e conclui que não, então, topei um salto com emoção!! Quando eu aceitei ele me disse: “Então, vamos saltar rodando, coloque sua cabeça bem para tras”.

Aqueles 3 segundos que a gente fica na beira da porta antes de pular são terríveis. Eu não conseguia olhar para baixo de tanto medo (meu cérebro me dizia: “Sai daí imediatamente”). Passados esses longos 3 segundos, caímos. Caímos rodando estrelinhas e nem consegui ver o quão alto estávamos.

Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil

Depois ficamos de barriga para baixo em queda livre e rodamos mais.

Nesse momento que ficamos de barriga para baixo, senti medo, mas a sensação sumiu em 1 segundo assim que eu percebi que não conseguia expirar. A velocidade e quantidade de ar que entravam pela boca e nariz era muito grande e não conseguia expirar e inspirar. Imediatamente, esqueci que estava caindo e meu foco foi tentar respirar. Nada além de tentar respirar passou pela minha cabeça. 

Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil

Ao final de 1 minuto em queda livre, eu pensava apenas em “vou morrer, estou sentindo que só tenho uma faísca de ar”. Quando achei que ia desmaiar o paraquedas abriu e respirei!! (just on time). Assim que respirei senti uma dor no ouvido, simples de resolver equalizando. Nossa, acho que nunca respirei com tanta vontade.

Pilotei o paraquedas por um tempinho e sobrevoamos a região apreciando a paisagem e curtindo o alívio. Acredita que nesse processo todo nem percebi o quão alto estava e nem pensei na queda (só pensei nos 3 segundos na porta do avião)?

Cheguei no chão num pouso muito tranquilo, sentindo-me muito feliz, animada e tranquila. Fomos comer algo enquanto eles editavam o vídeo (demorou uns 40 minutos). Eu adorei os vídeos e as fotos!! Ficaram super divertidos!
 
Apesar de tudo, super recomendo!! É uma experiência única e que envolve muita adrenalina.

Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
Boituva, Centro de Paraquedismo e Balonismo, São Paulo, Brasil
ATENÇÃO: Algumas informações descritas no site podem mudar, como por exemplo, preços, horários de funcionamento e até mesmo endereços. Consulte sempre antes de ir! Não possuímos vínculos com as empresas, serviços e profissionais mencionados neste site 😉

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por