EnglishPortugueseSpanish
ALAGOAS
Postado por Estela T em agosto 10, 2012 Editado em abril 21, 2017

Maragogi, Porto de Pedra, Patacho e Galés: viagem realizada em Janeiro de 2008 e novamente em Dezembro de 2009/Janeiro de 2010.
Maceió, Praia do Gunga, Praia do Francês, Ilha de Crôa, Carro Quebrado e Paripuera: viagem realizada em Janeiro de 2008.
Esta página não descreve o estado de Alagoas, mas apenas algumas cidades de seu litoral.

 


 

 

MARAGOGI

 

Praia de São Bento - Maragogi - AL - 31:no caminho de volta a maré baixou muuuito!

Praia de São Bento - Maragogi - AL: no caminho de volta a maré baixou muuuito!

Inicialmente Maragogi era um povoado chamado Gamela, em 1887 foi elevado à categoria de Vila e passou a chamar-se Isabel, em homenagem à princesa que libertou os negros da escravidão. Mais tarde, em 1892, recebeu o nome de Maragogi por causa do rio que banha o local. O nome, segundo historiadores, provém de Marahub-gy, ou rio das Maraubas. Outras interpretações traduzem Mair-aqui-gy-po como rio livre, amplo.

Maragogi tomou parte ativamente nas lutas contra os holandeses. No local registraram-se intensos combates em Barra Grande e São Bento, quando as tropas vinham de Recife com destino a Porto Calvo, que era o local de escoamento da produção agrícola da região, principalmente a cana-de-açúcar. Coube aos moradores da antiga vila desarticular, por duas vezes, tentativas de desembarque holandês no local.  

Maragogi fica bem no meio da Costa dos Corais, fascinante trecho do litoral nordestino entre Maceió e Recife. Fomos para Maragogi no reveillón de 2011. Eu já tinha ido para Alagoas e feito a via sacra de Maceió, Paripueira, Gunga e etc. há alguns anos atrás, porém Maragogi foi o lugar que eu mais gostei. Portanto, este foi o destino para o reveillón de 2011.

Vale a pena avaliar a compra de passagens via Recife que geralmente são mais baratas que as de Maceió.

Acordamos cedinho e fomos a pé até o centro de Maragogi. A Pousada Shalom Beach fica na praia de São Bento, com 3km de distância do centro. Porém, ainda acho que a distância era de 4km. 

São Bento é uma praia com dois rios, por isso que as suas águas são mais escuras. Porém, não chega a ser escura como as praias do litoral paulista.

O centro de Maragogi é simples. Almoçamos em um restaurante a beira-mar que esqueci o nome. Comemos lagosta (R$75, valor de 2010) e estava delicioso. Aproveitamos e fechamos dois passeios com a empresa local, Costazul. Depois voltamos novamente a pé beirando a praia rumo à pousada. Para a nossa surpresa a maré tinha baixado e onde era o rio, estava apenas a areia.

 
alagoas-02
 

 

Galés de Maragogi

 

Para fazer este passeio, procure um quiosque sério no centro de Maragogi, que oferece o passeio. Você irá de catamarã (um tipo de barco de tamanho pequeno). Cheque antes de fechar o pacote, se o catamarã possui todas as normas de segurança coletes salva vidas.

As galés são maravilhosas. Eu já conhecia as galés de Maragogi em uma viagem que havia feito em 2008. Voltar a um lugar que gostou e voltar com boa companhia é dar ao lugar uma nova chance de se ter uma impressão ainda melhor do lugar!

Fiquei feliz em saber que agora há um limite de pessoas que podem ir lá. O melhor é que pegando a dica do melhor horário para visitar (período da manhã), evitamos aquela multidão. No nosso caso, havia ainda um fator para deixar o passeio ainda mais vazio: muitas pessoas que estavam passando a virada do ano por lá, já tinham ido a este passeio. Tivemos sorte.

Aluguei um snorkel (R$10) no próprio catamarã e deu pra ver muita vida marinha. Eu até cheguei a nadar de verdade! Um rapaz do nosso catamarã me deu um pouco de comida de peixe. Foi uma pena que minha câmera tinha acabado a bateria. Fiquei frustrada. Vou ter que voltar lá de novo. Só havia um barco-quiosque lá no meio das piscinas, o que eu achei ótimo porque senão teria muita sujeira por lá.

E de novo a maré subiu de forma inesperada e não estava mais dando pé pra mim. Cuidado, porque a maré sobe repentinamente. Se você não sabe nadar, como eu, fique perto do catamarã.

alagoas-03
alagoas-04
alagoas-05

 

Porto de Pedra

 

Em janeiro de 1860, Dom Pedro II parou para descansar exausto após uma longa jornada pela região e ficou deslumbrado. Não era para menos já que naquele momento o Imperador tinha diante de seus olhos uma paisagem deslumbrante: em Porto de Pedra enchia sua visão o encontro do rio Manguaba com um mar de indescritível beleza. 140 anos depois Porto de Pedras continua encantando seus privilegiados visitantes.

O oitizeiro do Imperador fica na encosta do morro do Farol e a visita a ele é obrigatória. Possui uma bela vista. Subir de barco o rio Manguaba, curtindo os manguezais, proporciona ao mesmo tempo um gosto de aventura e relaxante prazer. Em Porto de Pedras estão sem dúvida algumas das mais belas praias da Costa Dourada como Tatuamunha e Patacho, esta última, preferida por aqueles que buscam áreas de pouco movimento para maior integração com a natureza.

Alugamos um carro (diária de R$ 120 – direção hidráulica, ar condicionado, flex – modelo Palio 2011) . O rapaz que nos entregou o carro na pousada chegou tarde... combinamos às 8h e ele chegou às 10h. Então, cuidado com o que você tem programado caso alugue um carro.

 

alagoas-06

 

alagoas-10

Fomos rumo a Japaratinga confiando no Guia 4 Rodas que era uma praia classificada como "4 Estrelas". Chegando lá, não daria nenhuma estrela. A praia estava muito suja, na verdade ela é feia. Tinha bastante gente até. Possui muitas pousadas. Se eu estivesse hospedada lá, ficaria muito frustrada. Possui uma pequena falésia, mas tive nojo de  chegar perto. Enfim... horrível.

Mas tentamos chegar em São Miguel dos Milagres que foi indicação do Eliel (dono da Pousada Shalom). Não encontramos porque passamos da entrada, mas acabamos caindo na praia que eu considero a praia mais linda que eu já fui em minha vida: Porto da Pedra.

Maravilhosa demais! Tem um rio chamado Tatuamunha que é o santuário do peixe-boi e protegido pelo IBAMA. Há poucas pousadas e uma mais linda que a outra. Desejo que o lugar continue preservado como é hoje.

No caminho de volta, descobrimos uma estradinha que daria para uma balsa e cortaríamos por Japaratinga. Beeem mais rápido que pegar a estrada.

À noite festa de Reveillon (R$300 e não valeu o preço) no Hotel Praia Azul no norte de Maragogi.

Ano Novo!

Chegamos às 3h e acordamos tarde, sendo assim, acabamos abortando os planos de ir para Carro Quebrado e Ilha da Croa. Além disso, choveu pela manhã e eu fiquei meio chateada... Ficou nublado e feio. Mas o sol queria aparecer e apareceu tímido.

Tentamos ir ao centro de Maragogi, mas estava cheio de gente e tudo fechado (bem que nos falaram...). Parece que isso comum no dia de ano novo.

Ficamos um pouco em uma praia que não lembro o nome ao lado do resort Miramar. Mas o dia acabou.

alagoas-07
alagoas-08
alagoas-09

 

Patacho

 

alagoas-11Conhecemos em uma tarde a praia do Patacho. A terceira praia mais linda que eu já fui em minha vida. Foi apontada como uma das 5 praias mais bonitas do Brasil (sendo que 3 estão em Fernando de Noronha). Eu concordo, mas fique sabendo que esta praia não tem muito mais o que fazer além de olhá-la e tomar um sol... ela não possui alguma estrutura, o que deixa o passeio mais "roots". Me deu a impressão que como é perto da área de preservação do peixe-boi, daqui a alguns anos a praia estará como a vimos. Perfeita, isolada e vazia.

O mar é um pouco mais bravo. Tem a intensidade de praia de tombo, mas não era. Havia alguns nativos e alguns turistas, mas muito pouco. Tanto que eu esqueci o meu chinelo em um ponto da praia e na volta eu o encontrei.

Patacho é a primeira praia ao sul de Porto de Pedras e o acesso direto se dá através de estradas de chão. Vindo de Recife ou de Maceió, através da rodovia AL-101, dobre na placa indicativa da Pousada Patacho.

Não há serviço nem infra-estrutura mínima como restaurantes, quiosques, banheiros, barracas. A praia é praticamente deserta, isto, por um lado é bom, pois a mantém preservada, por outro, dificulta a permanência, a não ser que você leve tudo: guarda sol, água, lanchinho...

 

 

alagoas-12

 


 

 

MACEIÓ

 

alagoas-13Esta é uma cidade litorânea muito bonita, com alguns restaurantes a beira mar construídos de forma harmônica.

Em 2008 fiquei hospedada em um hotel na praia de Pajuçara de frente para o mar. Cheguei à noite na cidade e quando acordei, olhar aquele mar azul foi o melhor dos "bons dias" que tive na vida.

Os hotéis estão acostumados a disponibilizar agências de viagem para os turistas. Mas o meu grupo decidiu em alugar dois carros e somente fechar um city tour com uma das agências.

O city tour não tem nada de mais. É realizado em ônibus confortável, com ar condicionado e guia. As paradas não são tão atrativas, passando pelo centro velho que é como qualquer outro centro velho de grandes capitais do Brasil.

alagoas-14Há um mirante bem meia boca que você pode ver todo aquele centro velho e o mar logo mais na frente. E você vê também, infelizmente, um grande porto que com certeza polui tudo o que tem por perto. Neste mirante há muitos vendedores de bugigangas. Nada imperdível, somente estrangeiros acham as quinquilharias interessantes.

Em uma das paradas há um memorial à República. É legal, mas não achei muito interessante.

Apesar de ser considerada (por algumas fontes) como uma cidade perigosa, em nenhum momento me senti insegura. Mesmo nos momentos em que apenas as meninas do grupo andavam sozinhas pelas ruas, nada de ruim ou anormal foi percebido.

As ruas perto do hotel são tranquilas e bem cuidadas. Há pequenos centros comerciais que valem a pena ser visitados. Não são shoppings centers, são bem menores.

Um ótimo restaurante japonês que eu indico é o Nirá. Tem uns camarões grandes e saborosos à vontade. Muito bom! Se não me engane, abre apenas para jantar, a partir das 19h.

Ir para um lugar deste você deve escolher boa companhia... aquele tipo de companhia que tope andar a beira mar à noite, tomar uma água de coco a cada 1 hora (e a água de coco lá é fantástica de doce) e que tope conhecer mais da vida local. Infelizmente quando fui a Maceió, eu não estava em tão boa companhia.

 

 

Praia do Francês

 

alagoas-15

Praia do Francês

Na época decidimos ir nas praias que as agências de turismo oferecem nos seus pacotes. Hoje sei que fazer isso é perda de tempo, já que são justamente as praias mais populares da região, o que significa que você vai encontrar muita gente, muita sujeira e muitas inconveniências.

A Praia do Francês se popularizou tanto que me fez sentir como se eu estivesse em uma praia mal cuidada qualquer.

Se seu objetivo é se bronzear, boa sorte! Vai ser difícil achar um cantinho para estender sua toalha e quando conseguir, se prepare para encontrar um monte de gente andando pra lá e pra cá chutando areia em você. É atormentante, só vale mesmo para constar no seu hall de check ins de lugares que visitou. A foto ao lado mostra que realmente a praia é muito lotada.

Praia do Gunga

 

Praia do Gunga

Praia do Gunga

Esta praia na época era o "point" imperdível. Falaram tão bem da praia que eu acho que criei tanta expectativa que ao chegar lá, não vi nada de interessante.

Com 10 pessoas a menos do que a Praia do Francês, conseguimos, depois de muito andar, um lugarzinho mais tranquilo. Minha má impressão ficou desde quando chegamos: ao estacionarmos o carro onde todo mundo podia estacionar, percebi que lá também era um tipo de lixão. Isso mesmo... um lixão! e bem perto da praia! Era muito fedido, uma tristeza!

Algo interessante que fizemos foi um passeio de jangada até um arrecife no meio do mar. Fantástico ficar lá, em pé. Mas em 2010 conheci um arrecife mais bonito na praia de Carneiros, em Pernambuco.

Ilha de Crôa

 

alagoas-17

Para quem está na Praia de Carro Quebrado, vale a pena ir na Ilha de Crôa. Você pega um barquinho e vai parar no meio de uma duna gigante no meio do mar.

Nenhuma foto consegue exemplificar o que se vê por lá, mas mantém uma boa lembrança para ajudar a memória.

Lá é realmente muito bonito e felizmente poucas pessoas vão até lá. O que me fez pensar como é que havia lixo lá no meio?

Vale a pena o passeio, tirar fotos ou simplesmente ficar pensando na vida. É bem bonito mesmo! A foto acima foi tirada de dentro do modesto barquinho, quase chegando na ilha.

 

Praia de Carro Quebrado

 

Esta praia vale a pena conhecer. Fica a norte de Maceió e tem este nome porque muitos carros ficam atolados na areia fofa e quando chega meio dia, a maré sobe e você pode ficar ilhado lá. Então, se programe.

Não há um lugar sequer para se proteger do sol e o forte de lá é conhecer as falésias. É muito bonita e possui uma parte rochosa bem diferente.

Os garotos locais correm atrás de você para, em troca de poucos reais, explicar sobre o lugar e dar dicas, como por exemplo, sobre o mirante de Carro Quebrado. E este é o ponto alto, literalmente. O lugar é altíssimo e a vista compensa para refletir como o mundo é belíssimo!

Formações rochosas no chão

Formações rochosas no chão

Vista fabulosa do mirante

Vista fabulosa do mirante

Vista fabulosa + penhasco

Vista fabulosa + penhasco

 

Paripuera

 

alagoas-22A praia Paripuera fica perto para quem está saindo da Ilha de Crôa e indo em direção à Maceió.

A praia não possui muitos visitantes e acho que a explicação para isso vem devido à sua água escura. Lá a areia é escura, tornando a água escura. Parece que é rota para o peixe-boi e vimos um deles lá perdido (foto ao lado).

Foi totalmente bizarro ver aquele bicho entre os banhistas. Fiquei com medo, mas parece que este animal é muito dócil.

 

 

Hospedagem

Em Maragogi nos hospedamos na Pousada Shalom Beach que fica na praia de São Bento, a 3km de distância do centro. Porém, ainda acho que a distância era de 4km.

Possui café da manhã e você pode pedir alguma refeição à noite, mas se atente ao horário porque fecha cedo.
Mesmo na temporada, não havia muitos hóspedes´É . calmo. Mas um dia tinha uma barata no quarto e o funcionário da pousada prontamente nos socorreu. Acredito que seja um caso isolado, até porque há muita vegetação por perto, então, insetos podem surgir. A pousada é limpa! Endereço: Rua Manoel Santos Rangel - Praia de São Bento, Maragogi.

Em Maceió, eu fiquei no Hotel Sete Coqueiros que fica na praia de Pajuçara e é 3 estrelas. Endereço: Av. Dr. Antonio Gouveia, 1335, Maceió.

ATENÇÃO: Algumas informações descritas no site podem mudar, como por exemplo, preços, horários de funcionamento e até mesmo endereços. Consulte sempre antes de ir! Não possuímos vínculos com as empresas, serviços e profissionais mencionados neste site.

 


 

Clique na imagem abaixo para abrir o mapa os locais indicados neste site:

 

mapa alagoas

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por