EnglishPortugueseSpanish
DIÁRIO DE BORDO: Bangkok, Tailândia
Postado por Estela T em agosto 1, 2017 Editado em julho 25, 2017

O Itinerário de Viagem trouxe esta entrevista com o Christian, editor do blog de viagens TurMundial. O destino que ele nos detalha é aquele que ainda não foi explorado por nós, mas que com certeza, após este relato do Christian, definitivamente é um destino que vamos explorar o quanto antes!

 

Christian e sua esposa Pri

Um pouco mais sobre Christian


Nasci em São Paulo, tenho uma família grande, desde criança sempre viajei muito por todos os lugares. Depois que conheci minha esposa, a Pri, começamos a viajar ainda mais e mais. Na vida adulta sempre trabalhei muito em grandes empresas do mercado financeiro, desde 2012 escrevemos juntos o blog TurMundial, que fala sobre como o próprio nome diz, turismo pelo mundo, e também como é viver na Espanha, pois desde 2015 vivemos na Europa. Primeiro passamos 1 ano em Dublin na Irlanda e agora estamos há mais de 1 ano morando em Barcelona, cidade que já tinha vivido em 2008 (sozinho) onde fiz a minha pós-graduação em Marketing. Desde meados de 2016 estamos cada vez mais nos dedicando ao projeto de trabalhar somente com o blog de turismo, mas ainda não é meu único trabalho, pois continuo trabalhando em grandes empresas aqui na Espanha, mas esperamos muito que em alguns meses ou anos nos dediquemos somente ao blog TurMundial. Venha conhecer nosso blog!

 

Na viagem para Bangkok fomos minha esposa Pri e eu em junho de 2014. A viagem durou um mês e abrangeu parte do Oriente Médio e Ásia. Passamos pelas cidades de Dubai e Abu Dhabi nos Emirados Árabes Unidos, Cingapura (cidade, Estado), Bali na Indonésia e Pukhet, Ilhas Phi Phi e Bangkok na Tailândia.

Desde que casamos, procuramos todos os anos fazer pelo menos uma grande viagem. Como estávamos mais acostumados com a Europa ou as Américas, em 2014 pensamos em fazer uma viagem diferente e exótica. O roteiro nós mesmos criamos e fomos decidindo os lugares que iríamos pela proximidade e pela facilidade dos voos, pois a Ásia fica há muitas horas de fuso do Brasil e é uma longa viagem. Queríamos ter conhecido o Vietnã e o Camboja mas a viagem começou a ficar com muitas paradas, o que diminuiria muito o nosso tempo livre para conhecer bem os locais.

 

Preparação para visitar este canto do mundo

Brasileiros não precisam de visto para visitar a Tailândia, porém para o Emirados Árabes ouvi rumores que não precisará mais, mas é bom confirmar se realmente já vale essa nova lei. Na Indonésia o visto é feito no aeroporto e em Cingapura.

Em qualquer viagem sempre levo uma bolsinha de remédios de diversos tipos e que geralmente usamos na vida normal (o básico, dor de cabeça, febre, cólica para mulheres, resfriado, dores musculares etc...)

Deixo o check up médico em dia e sempre que viajamos contratamos um seguro de viagem, para não termos nenhum tipo de dor de cabeça.

Em uma viagem grande como essa sempre criamos uma planilha de gastos, com informações de: gastos com hotéis, passagens e um valor X que deixamos reservado para usarmos a cada dia. Nessa planilha também coloco outras informações como horário dos voos, nome e endereço dos hotéis entre outras coisas.

Sempre que viajamos pesquisamos com amigos e lemos muitos blogs de viagem, para ajudar no planejamento da viagem, na escolha dos passeios, o que vale mais a pena fazer, indicações de hotéis, lugares onde ficar em cada cidade... enfim fazemos uma grande pesquisa para ter tudo o mais detalhado possível, minimizar os problemas e aproveitar a viagem ao máximo.

Em viagens assim, sempre levamos adaptadores de tomada para carregar celulares, câmeras, Gopro, etc. Com este planejamento rigoroso, nessa viagem, não senti falta de nada,  nada deu de errado. Só queríamos ter aproveitado as escalas que fizemos na Malásia e no Sri Lanka e conhecer esses países, mas não deu, ficou para uma próxima viagem.

 

Bangkok: os tailandeses, dicas pra ficar atento, dinheiro, comida

As pessoas em Bangkok, bem como em toda a Tailândia, são pessoas bem amáveis e disponíveis para te ajudar, também te dão dicas de como ir em algum local. A grande maioria fala inglês o que ajuda muito em um lugar tão diferente como lá.

A Tailândia é um país ainda muito barato em todos os sentidos, de comida a hotel, a moeda em relação ao real é bem barata, dá para ficar em hotel 4 estrelas e em resorts, para você ter uma ideia, pagará bem menos da metade do preço que em qualquer hotel bom no Nordeste do Brasil. Como ficamos 14 dias na Tailândia, trocamos uns 800 dólares pela moeda local para serem utilizados durante todos esses dias (a moeda deles é o Baht) incluindo refeições, realizar passeios, hospedagens. Mas só gastamos este valor pois ficamos deslumbrados e fomos em lugares mais caros, pois acho que daria para gastar menos ainda.

Duas coisas muito importantes sobre a Tailândia: nunca utilize os famosos Tuk Tuk, pois eles mudam durante o mesmo trajeto valor da corrida por diversas vezes, começam com um preço e terminam com um preço muito mais alto que haviam combinado no começo do passeio. Outra dica é ter cuidado com os pickpocket (os "assaltantes mão leve"), pois em quase todas as atrações turísticas há placas indicando para tomar cuidado com seus objetos de valor. Bom, conosco não aconteceu nenhum problema, só isso do Tuk Tuk que perdemos um pouco de dinheiro, mas são coisas que acontecem, então indicamos que o melhor é usar o taxi mesmo.

O casal no Tuk Tuk

A comida Tailandesa é uma delícia, gostamos muito, pois têm muitos frutos do mar, arroz e tudo com um sabor muito peculiar. Só cuidado com a pimenta, pois se o prato estiver escrito que é apimentada esta será mesmo, então fique de olho nas indicações dos pratos, mas no geral, adoramos muito a comida de lá. Só o café da manhã que estranhamos, pois eles literalmente almoçam no café da manhã, com arroz, frutos do mar etc, achamos diferente.

Uma das comidas que chamam mais a atenção dos turistas são as comidas exóticas de insetos, ou seja, é possível comer, grilos, escorpiões e larvas. existe uma feira ou mercado famosa em Bangkok chamada Chatuchak Weekend Market ou JJ Market, e ela é uma gigantesca feira com tudo o que você possa imaginar desde comida a arte, de souvenir a escorpiões para comer, uma loucura de lugar.

Não esqueça de visitar também o mercado flutuante de Bangkok, onde você poderá comer e experimentar frutas que só tem nessa parte do mundo.

 

Lugares imperdíveis para conhecer em Bangkok

Quatro lugares imperdíveis para nós em Bangkok são: o Sky Bar Sirocco, o Mercado Flutuante, o Templo Wat Pho e o Grande Palácio de BangKok.

O Sky Bar Sirocco, como o nome diz, é um bar no alto de um hotel de luxo de Bangkok, com vistas maravilhosas da cidade, além de ser um bar a céu aberto, muitas pessoas já viram esse lugar no filme "Se Beber não Case 2". Algumas cenas foram filmadas nesse lindo Sky Bar, só prepare o bolso, pois lá tudo é bem caro, tanto a bebida quanto comida, mas vale muito a pena, tem que ir nem que seja para tomar uma cerveja e ver a linda vista da cidade de Bangkok.

O Mercado Flutuante não fica precisamente na cidade de Bangkok, mas sim em uma cidade ao lado. Para ir é necessário fazer uma excursão, é um mercadão igual a todos os outros que existem no mundo com venda de comida, roupas, artesanatos e muito mais, só que o que faz ele ser tão diferente é que tudo isso é vendido e comprado em barcos no rio, onde as vendedoras vêm de canoa até a sua canoa e você compra a mercadoria.

 

Mercado Flutuante

 

O Templo de Wat Pho, além de ser uma construção linda por fora, bem ao estilo tailandês, é lá que está o famoso Budha gigante de ouro, que é uma escultura enorme e impressionante, onde o Budha está deitado numa estrutura. A atração principal do templo é só esta escultura mesmo, mas é imperdível.

 

O "buda preguiçoso"

Por último, mas também com muita importância, é fazer a visita ao Grande Palácio de Bangkok. Este palácio é cheio de esculturas de Budas, possui uma arquitetura única, toda dourada.

 

Grande Palácio de Bangkok

 

Aprendizados e visão de mundo

Essa viagem além de conhecer lugares paradisíacos, conhecemos uma grande religião, a budista e também um pouco do hinduísmo. São religiões bem espirituosas e que achamos muito interessante em relação aos pensamentos, o lado espiritual muito grande, fora a cultura completamente diferente da nossa, são muito respeitosos e mesmo com muita pobreza nos sentimos muito seguros nas cidades tailandesas.


 

Adoramos as entrevistas com nossos colegas blogueiros de viagem e este overview de Bangkok do Christian nos faz querer ainda mais cair na estrada o mais breve possível! Não deixe de seguir o TurMundial nas suas outras redes sociais clicando aqui: Facebook e Instagram!

 

Todas as fotos são de autoria do Christian e cedidas para uso exclusivo do Itinerário de Viagem (bem como o texto/entrevista). Direitos reservados, por favor, respeite!

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por