EnglishPortugueseSpanish
TIGRE
Postado por Estela T em Abril 1, 2018 Editado em Abril 2, 2018

Um dos lugares mais gostosos para aqueles que estão visitando Buenos Aires é fazer o passeio pelo delta do Tigre, que é uma província pertencente à capital e que fica a 1 hora de distância de trem. A sua maior atração é o aconchegante passeio de barco, mas a cidade possui ainda um parque de diversões, restaurantes e museus.

Saindo da estación Tigre, você meio que se guia pelo feeling, não tem erro! É só ir em direção à água e logo você chegará às plataformas de navegação. A estrutura é muito boa e ao andar nesta plataforma já dá para escolher qual tipo de embarcação você vai escolher.

Informações sobre o passeio pelo delta do Tigre

Existem os barquinhos em estilo genovês (porque foram feitos por imigrantes de Gênova - pelo o que falaram), os catamarãs e uns barcos mais sofisticados com wifi e ar condicionado. A gente sempre prefere os passeios mais "roots", então escolhemos os barquinhos genoveses e mesmo assim, foi um passeio muito confortável.

Neste barquinho o passeio de 1 hora custou ARS150,00 (R$25,00) e eu acho que realmente valeu a pena! Só tivemos 30 minutos de espera e neste momento aproveitamos para usarmos os banheiros do local (são gratuitos) e comprar água. Praticamente todas as empresas que oferecem os passeios possuem os mesmos valores.

O dia estava fazendo mais de 40 graus, estava insuportável de quente. Não tínhamos fome, mas há lanchonetes na região (bandeira americana) e restaurantes. O calor estava tão forte, mas tão forte, que eu realmente não conseguia processar muita coisa na cabeça.

Para minha sorte, perto da água a temperatura era suportável.

Quando o passeio começou, fiquei na dúvida em qual lado do barco eu iria me sentar. Então decidi pelo lado esquerdo. Ambos os lados são atrativos, porém, as minhas fotos mostram mais o lado que eu vi, já que o barco estava com todos os bancos ocupados e não dava para tirar fotos do lado direito a todo momento.

Estación Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina, Dicas de passeio no Delta do Tigre
Tigre, Buenos Aires, Argentina, Dicas de passeio no Delta do Tigre

O barquinho estilo genovês

Como ir

Como disse, a província Tigre fica a 01 hora de trem (33km) da capital Buenos Aires. Você pode alugar um carro e chegar mais rápido, cerca de 40 minutos. Mas chegar de trem é bem fácil e confortável.

Fomos até a estación Retiro em Buenos Aires e compramos o bilhete na bilheteria e cada um custou ARS12,00 (R$2,00).  O funcionário da bilheteria informou que poderíamos pegar o trem tanto da plataforma 01 quanto da 02, então era só esperar qual iria sair primeiro. O trem costuma encher de passageiros, então, assim que ele parar na plataforma, pegue o seu lugar.

Para quem tem o cartão SUBE, não precisa comprar um novo ticket na bilheteria, é só passar nas catracas onde ficam os trens e pronto! Busque a plataforma 01 ou 02 (atenção, infos podem mudar).

O trem passa por 11 estações e você deve descer na estação final, chamada Tigre. O trem é limpo e possui ar condicionado. O caminho que ele faz (para quem senta do lado esquerdo da janela) possui uma vista agradável e dá pra observar os bairros mais afastados de Buenos Aires.

Dicas úteis

Não deixe de usar protetor solar, óculos escuros e passar repelente. Leve a sua água.

Como foi o passeio

O barco não balança muito, porém, há momentos que a água parece que vai entrar na embarcação e te molhar, mas ela não chega nem a espirrar em você. Há uma gravação no interior do barco que vai  narrando e apresentando o lugar. As gravações são em espanhol, português e inglês. O barulho do barco não me permitiu entender muito o áudio, sobretudo quando era a versão em português (estava abafada a gravação), mas entendi mais em inglês. De toda forma, a gravação é abafada mesmo.

Quando entramos na embarcação achei que receberia um coleta salva vidas, mas não, eles ficam na parte traseira do barquinho e são insuficientes a todos os passageiros. Quem é cismado com estas questões de segurança, talvez valha a pena solicitar antes de comprar o ingresso à embarcação.

A água é bem turva, de cor marrom. Há uma parte que dá para ver o encontro das águas (veja fotos mais abaixo).

Ao longo do passeio acabamos passando por várias ilhas que formam o entorno. O delta é formado por inúmeras ilhas e eu não sei ao certo a quantidade exata. Em muitas delas dá para ver as várias casas e a arquitetura empregada: quase todas as casas ficam no alto de espécies de palafitas, já que a região costuma alagar em dias de muita chuva. Mas não são palafitas básicas, são mais estruturadas. Existem muitas casas e todas possuem um pequeno deck que dá acesso ao morador às águas. Apesar de haver muita movimentação de embarcações coletivas e particulares nas águas, os habitantes não deixam de realizar um mergulho próximo às margens, com mais segurança.

Tigre, Buenos Aires, Argentina, Dicas de passeio no Delta do Tigre

Vista do delta do Tigre

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

A plataforma de espera

Dicas de passeio no Delta do Tigre, textos e imagens de itinerário de viagem, favor respeitar!

Outra coisa que deu para notar é que as habitações servem mais como casas de veraneio e, portanto, muita gente vai pra lá no verão. 

No trajeto você pode avistar o MAT - Museu de Arte Tigre que é um prédio muito lindo, além de alguns comércios (do tipo mercado). Outra construção que chama a atenção (lado direito do barco) é a Casa Museu Sarmiento, que é a antiga casa de veraneio do ex-presidente da Argentina, Domingo Faustino Sarmiento. O museu está aberto a visitações e ele é coberto por vidro para que a construção se mantenha preservada. Imaginei que aquele lugar devia estar insuportavelmente quente, quase como uma estufa. Além de algumas arquiteturas bonitas, vimos uma embarcação abandonada no Tigre, algo meio poético.

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

O começo do passeio

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Arquitetura ao longo do delta

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Observe a coloração da água, no encontro de duas cores

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

O MAT na borda

Dicas de passeio no Delta do Tigre, textos e imagens de itinerário de viagem, favor respeitar

O passeio de barco não possui paradas em nenhum ponto, portanto, se quiser visitar algumas ilhas, você deve pegar uma lancha coletiva, chamada por lá de "Lancha Colectiva: Interisleña" ou a Lancha Taxi (provavelmente o ponto de saída é onde saem os barcos turísticos, pergunte no centro de informações turísticas).

O MAT era o museu que até queríamos visitar, mas como disse, estava tão quente, mas tão quente que desistimos. Em dias com temperaturas mais normais, daria para ir a pé partindo das docas dos barcos. Vai ficar pra próxima, mas a arquitetura do lugar nos pareceu muito promissora!

No final do passeio dá para avistar bem aquilo que já foi um porto de carga e descarga e pelo o que entendi, é um centro comercial cheio de restaurantes, lanchonetes e lojas, além do casino e o Parque de la Costa.

Olhando as fotos parece um passeio bobo e monótono. Mas eu adorei e recomendo muito a todos fazerem um passeio que expande a nossa visão em relação à Buenos Aires.

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Pessoas se refrescando

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Muitos decks dos moradores

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Construções típicas

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Uma embarcação abandonada

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Chegando ao fim do passeio

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Vista para o parque de diversões

Dicas de passeio no Delta do Tigre, textos e imagens de itinerário de viagem, favor respeitar!

Casa de las Culturas, Tigre

Saindo do passeio, fomos até um prédio próximo, no Casa de las Culturas, Tigre. O prédio é muito bonito e tudo o que é arte e cultura nos chama a atenção. Ao entrarmos vimos uma pequena exposição de arte contemporânea e que era muito interessante!

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Casa de Culturas, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Fachada da Casa de Culturas Tigre

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Casa de Culturas, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Exposição

Dicas de passeio no Delta do Tigre, Casa de Culturas, Tigre, Buenos Aires, Argentina

Arte contemporânea

Dicas de passeio no Delta do Tigre - textos e imagens de itinerário de viagem, favor respeitar!

Organize sua viagem para Tigre com os serviços aqui ao lado ->


ATENÇÃO: Algumas informações descritas no site podem mudar, como por exemplo, preços, horários de funcionamento e até mesmo endereços. Consulte sempre antes de ir! Não possuímos vínculos com as empresas, serviços e profissionais mencionados neste site  😉

ícones flaticon.com

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por