EnglishPortugueseSpanish
CRÔNICA DE VIAGEM #8: Aprendizados nas viagens
Postado por Estela T em novembro 26, 2017 Editado Janeiro 24, 2018 at 12:41 pm

Não…. não estou falando sobre estudos em outros lugares. Estou falando sobre o que aprendi em todos os dias que estive viajando no meu próprio país, na minha própria cidade ou em um lugar no exterior.

Veja a minha lista:

1) Aprendi que é besteira ficar em hotéis muito estrelados porque você fica apenas 29% do seu tempo dentro de um. Bem como um restaurante todo “fancy”… um e outro até vai, mas comer como os locais, nem que seja comida de rua, é uma super experiência!

2) Aprendi que vale muito a pena estudar sobre o lugar que você vai viajar antecipadamente, mas ser surpreendida com as histórias dos locais é ainda melhor. Por isso que, sempre que a situação me permite, converso com todos que posso!

3) Aprendi que ter uma cara de estrangeira pode ser muito mais divertido quando eu falo que sou brasileira. Isso dá um nó na cabeça das pessoas… algumas até pedem para eu falar algo em português para “checar” se eu estou fingindo. E quando estou em um lugar mais fechado, como o metrô, e começo a falar com alguém que está comigo em português? Nossa… todo mundo me olha com espanto! É muito divertido

4) Aprendi que às vezes, quando passamos por um perrengue, a melhor coisa é rir dele. Não deixar ele tomar conta de você.

5) Aprendi que você é muito mais notada e paquerada quando está viajando sozinha. Mas lógico, toda atenção é necessária.

6) Aprendi como é bacana conversar com a galera da terceira idade porque eles estão sedentos para compartilharem as histórias que eles viveram e que sabem.

7) Aprendi também como as pessoas do interior de qualquer lugar do mundo são amáveis e adoram ajudar um forasteiro e, além disso, vale muito a pena se hospedar em cidades pequenas do que apenas em grandes centros.

8) Aprendi que sair do circuito turístico faz você ter experiências menos pasteurizadas e que você acaba vivendo a vida como ela é. Além disso, pode surpreender as pessoas que geralmente frequentam lugares não turísticos, porque elas ficam curiosas para saber como é que você chegou lá.

9) Aprendi que vale muito a pena assistir a um show daquela sua banda favorita no exterior porque, além de ser mais barato, a galera que vai assistir ao show fica na dela, sem encoxar você ou coisas deste tipo.

10) Aprendi como é gostoso sentir texturas, cheiros e sabores dos lugares que viajo para sempre associar tal viagem a momentos quando volto a sentir estas texturas, cheiros e sabores novamente. E também gosto de ouvir o burburinho típico de cada lugar e às vezes escuto uma música para, quando escutá-la novamente, me lembrar de um determinado momento de uma viagem.

11) Aprendi que gente excêntrica e divertida sempre chega perto de mim, com uma facilidade incrível.

12) E a última coisa que aprendi é que o que eu mais faço de melhor na minha vida é: VIAJAR.

 

Designed by Freepik

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por