EnglishPortugueseSpanish
Cenários de tirar o fôlego
Postado por Estela T em abril 4, 2016 Editado em dezembro 14, 2016

O Itinerário de Viagem já viajou por lugares com cenários de tirar o fôlego. Então, coletamos alguns dos melhores para o seu deleite! Divirta-se e perca o fôlego!

 

Deserto de Siloli, Bolívia

 

Deserto de Sioli, Bolívia

O Deserto de Siloli chama a atenção pelas suas formações rochosas causadas pelos fortes ventos da região. É considerado como um dos mais áridos do mundo e é a porta de entrada para a “Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa” e nas suas proximidades ficam as famosas “Lagoas Coloridas” e o “Salar de Uyuni“. Considerado como parte do deserto de Atacama.

A página sobre o Deserto de Siloli ainda não está pronta. Acompanhe o site que logo mais traremos todas as dicas para você desfrutar desta paisagem de tirar o fôlego!

 

Lago Tahoe, Estados Unidos

 

Lago Tahoe, Estados Unidos

O Lago Tahoe é um grande lago de água doce situado nas montanhas da Serra Nevada, nos Estados Unidos. É o maior lago alpino da América do Norte e sua profundidade é de 501m, o que faz dele o segundo mais profundo do país.

Foi formado há cerca de dois milhões de anos e faz parte da Bacia do Lago Tahoe; seu desenho atual foi formado durante a última Era do Gelo. Muito conhecido pela transparência de suas águas e pelas montanhas que o cercam de todos os lados.

 

Ushuaia, Argentina

 

Ushuaia, Argentina

Ushuaia é a capital província Argentina de Tierra del FuegoAntartida e Isla del Atlantico Sur. Essa região é dividida entre Argentina e Chile (do lado do Chile a capital é Porvenir) por uma linha reta de norte a sul até chegar no Canal Beagle onde a Argentina fica com o lado “Atlântico” e o Chile com o lado “Pacífico”.

O nome Tierra del Fuego deve-se ao fato de os nativos ascenderem muitas fogueiras para se aquecer (vale dizer que mesmo com o frio os nativos praticamente não usavam roupas). As várias fogueiras eram vistas de longe o que fez com que os navegantes chamassem o local de terra do fogo.

São várias as paisagens de tirar o fôlego nesta região e a que escolhemos foi arrebatadora, clicada quando realizamos o esqui nórdico. Quer usufruir do mesmo privilégio?

 

Chapada Diamantina, Brasil

 

Chapada Diamantina, Brasil

A Chapada Diamantina é a maior chapada brasileira e um lindo destino para ecoturismo no nordeste do Brasil. É uma região de serras, protegida pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina e administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). Sua localização fica praticamente no centro do estado da Bahia e é onde nascem quase todos os rios como o Paraguaçu, o Jacuípe e o Rio de Contas. As águas brotam nos cumes e deslizam formando as famosas cachoeiras e piscinas naturais.

A Chapada Diamantina é muito grande (cerca de 395 mil habitantes, distribuídos em 24 municípios) e se você quer conhecê-la toda vai precisar de umas 3 semanas, talvez 2 para conhecer os principais pontos ao norte e ao sul.

 

Castelo Neuschwanstein, Alemanha

 

Castelo Neuschwanstein, Füssen, Alemanha

Este castelo fica na região da Baviera na Alemanha e está nesta lista de paisagens de tirar o fôlego porque não é tão comum um castelo de conto de fadas ficar perfeitamente no alto de uma colina e se encaixando perfeitamente com o cenário. Para quem não sabe, o castelo serviu de inspiração a Walt Disney para criar o castelo da Cinderella!

Inaugura por volta de 1886, o complexo do castelo estende-se por 6.000m² articulados em quatro andares e numerosas torres, com uma altura que atinge os 80 metros. Luís II da Baviera empenhou todo o seu patrimônio na construção do castelo, no entanto habitou durante muito pouco tempo nesta residência.

Como mágica, ao chegarmos na Marienbrücke (Ponte Maria) que é uma ponte que te oferece a vista mais espetacular do castelo, o sol se abriu e hoje podemos compartilhar a paisagem de tirar o fôlego abaixo!

 

 

Vulcão Osorno, Chile

Vulcão Osorno, Chile

A paisagem de tirar o fôlego abaixo foi tirada a partir da cidade de Puerto Octay que é uma cidade na província de Osorno na Region de Los Lagos. A cidade faz fronteira ao norte com Puyehue e Osorno, a Oeste com o Río Negro e Purranque, a leste com Puerto Varas e ao sul com Puerto Varas e Frutillar.

Mas você pode buscar mais paisagens no “Parque Nacional Vicente Pérez Rosales” onde visitamos os Saltos de Petrohue e o próprio vulcão Osorno. O Parque Nacional Vicente Pérez Rosales foi criado em 1962 e, por isso, é um dos mais antigos do Chile. O vulcão Osorno é um extravulcão que se encontra na cordilheira dos Andes e possui 2.652m de altitude. Eestá inativo há anos e tem uma estação de esqui aberta durante o inverno e mesmo durante o verão há neve em seu topo e, apesar da estação de esqui estar fechada, é possível subir de teleférico ao topo.

 

Le Mont Saint-Michel, França

 

Le Mont Saint Michel, França

O Le Mont Saint-Michel fica na Baixa Normandia, França. Trata-se de uma ilhota rochosa na foz do Rio Couesnon e no seu topo encontramos a Abbaye (abadia) Saint-Michel e santuário em homenagem ao arcanjo São Miguel. Seu antigo nome oficial é Mons Sancti Michaeli in periculo mari (algo como “Monte Saint-Michel em perigo do mar”).

Quando você está chegando próximo à ilhota de carro, estando no continente, em um determinado momento a estrada dá uma subida repentina e você vê a silhueta do Mont e esta imagem é extremamente surreal, os pêlos dos braços ficam arrepiados só de lembrar. É de um jeito tão surpreendente que só você indo para entender o que estamos falando.

 

Estancia Cristina em El Calafate, Argentina

 

Estancia Cristina, Argentina

As estâncias são grandes fazendas onde se criam comumente ovelhas. Elas são parte da história da região patagônica, dado que para popular a região e evitar que ela fosse tomada por outros países, o governo ofereceu grandes terrenos para quem quisesse faze-los produtivos.

A Estância Cristina está em um espaço de 22mil hectares, bordeado de glaciares, picos nevados e lagunas de grande beleza natural. Atualmente, há um restaurante, um hotel e uma capela no espaço da estância. O lugar é realmente lindo e vale a pena separar uns bons dias para explorar a região!

 

Yosemite National Park, Estados Unidos

 

Yosemite National Park, Estados Unidos

O Yosemite National Park é um parque nacional norte-americano localizado nas montanhas da Serra Nevada, na Califórnia. Ele é conhecido internacionalmente pela sua beleza natural incluindo os seus espetaculares desfiladeiros de granito, cascatas, arroios claros, bosques de sequoias gigantes (no Tuolumne Grove) e grande biodiversidade. Tudo isso acabou designando o parque como Patrimônio Mundial pela UNESCO em 1984.

 

Lençóis Maranhenses, Brasil

 

Lençóis Maranhenses, Brasil

O famoso Lençóis Maranhenses fica dentro do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses que é uma unidade de conservação brasileira de proteção integral à natureza. Localizada na região nordeste do estado do Maranhão, o parque possui um de 156.584 hectares. O parque está inserido no bioma costeiro marinho, com ecossistemas de mangue, restinga e dunas.

 

Glaciar Perito Moreno, El Calafate, Argentina

 

Glaciar Perito Moreno, Argentina

O Glaciar Perito Moreno possui cinco quilômetros de largura e 60 metros de altura. É possível caminhar sobre o glaciar tanto no Perito Moreno, quanto no Chile, no glaciar Grey (Torres del Paine). Há 2 opções de trekking sobre o glaciar: o Mini trekking e o Big Ice. A diferença é a facilidade de acesso ao glaciar e o tempo de duração do trekking.

É uma das geleiras mais imponentes e já foi chamada de a “oitava maravilha do mundo”, devido à vista que se tem de seu topo.

 

Todas as fotos e textos são criações do Itinerário de Viagem. Direitos reservados, por favor, respeite!

Deixe seu comentário / Nenhum comentário

Itinerário de Viagem (C) Direitos reservados
desenvolvido por